sexta-feira, julho 29, 2005

Ceifeira Campo de Trigo a Crescer


Dórdio Gomes




Há terra lavrada
E vida nas ceifeiras.
Há trigo desejado
Em cada espiga cortada:
Nasceram os filhos
Às ceifeiras!
E ouvem-se pelos montes
Cantos da esperança
Por cada nova jornada:
Cantem!
Porque chora uma criança.

Há terra lavrada
E vida nas ceifeiras
Haja alegria
Pois a espiga doirada
Deu mais trigo à jornada.
Viva o trigo a crescer
O povo a viver
Pois em cada espiga cortada
Há uma força redobrada
Da natureza a parir.

Que viva a espiga doirada
De trigo e centeio a sorrir.



Rogério Simões - 1976


Poemas de Amor e Dor

11 comentários:

Ludinais disse...

Poesia rima com magia e ambas se harmonizam com o Alentejo.
Agradecemos a sua simpatia sempre que nos "visita"...
Bom fim de semana. Nós ficaremos por aqui a "zelar" pela sua/nossa terra! Para quando uma verdadeira visita a Alvito?

Mocho Falante disse...

Pormeto que na minha ultima semana de férias dou um salto ao alentejo que tanto amo e que tão bem o retratas aqui

wind disse...

Belo poema do Alentejo. beijos

paper life disse...

Sabes eu fico-me a olhar e a relembrar e tudo isso me faz muito bem.

:) Obrigada. Bjs

Grilinha disse...

obrigada pela fadinha. Passa pelo blog que o post foi alterado e tens uma surpresa. Bom Fim de Semana

O Turista disse...

Mea Culpa...
Os programas turisticos anda "longe" do meu blog... agora Turismo tem sido mesmo mais ensinar do que fazer e aconselhar... :( Mas tentarei em breve recompensar todos os leitores... ;)
Abraços e continua com o excelente trabalho aqui no teu blog!

o turista - http://turistar.blogspot.com/

batista filho disse...

Rogério Simões, iluminado e iluminando-nos, com este belo poema. Um abraço pra ti, Lumife.

Portas de Mertola disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Cravadinho disse...

De férias sim senhor!
A visita revelou-se uma agradável surpresa, parabéns.
O grande trunfo parece ser o facto de continuares muito bem informado e claro a senssibilidade poética.

sonhos sonhados disse...

kerido Rogério

lindas palavras...
e bonita terra,
na qual
as ceifeiras...
o trigo...
e
...as espigas...
caminham de mão dada.

beijux létinha

ZezinhoMota disse...

A poesia tem momentos únicos e este é u mdeles.

Um abraço...

Boa semana.

ZezinhoMota