Bicicleta de Recados





Na minha bicicleta de recados

eu vou pelos caminhos.

Pedalo nas palavras atravesso as cidades

bato às portas das casas e vêm homens espantados

ouvir o meu recado ouvir minha canção.

.

Na minha bicicleta de recados

eu vou pelos caminhos.

Vem gente para a rua a ver a novidade

como se fosse a chegada

do João que foi à Índia

e era o moço mais galante

que havia nas redondezas.

Eu não sou o João que foi à Índia

mas trago todos os soldados que partiram

e as cartas que não escreveram

e as saudades que tiveram

na minha bicicleta de recados

atravessando a madrugada dos poemas.

.

Desde o Minho ao Algarve

eu vou pelos caminhos.

E vêm homens perguntar se houve milagre

perguntam pela chuva que já tarda

perguntam pelos filhos que foram à guerra

perguntam pelo sol perguntam pela vida

e vêm homens espantados às janelas

ouvir o meu recado ouvir minha canção.

.

Porque eu trago notícias de todos os filhos

eu trago a chuva e o sol e a promessa dos trigos

e um cesto carregado de vindima

eu trago a vida

na minha bicicleta de recados

atravessando a madrugada dos poemas.

(Manuel Alegre)

Foto Fotografia na net - mealha

Comentários

Cristina disse…
Que lindo texto, adorei

:)

Beijinhu
soldeinverno disse…
boa escolha. é um poema belíssimo... jinhuz
Isabel-F. disse…
Oi Lumife...

Bonito.. mas com muita nostalgia.

Bj
Lumife disse…
Nita :

É uma felicidade estar tão longe na distância e tão perto no coração. Assim vais matando saudades.

Bjs.
Lumife disse…
sol de inverno :

é sempre um prazer ver-te neste canto.

Bjs.
Lumife disse…
isabel filipe :

Sabes que os dias não são todos iguais...

Bjs.
wind disse…
Manuel Alegre é sempre bom:) Boa escolha! beijos
paper life disse…
Maravilha de imagem para um grande poema.

Parabéns Lumife.

Beijos

Já Choveu aqui!

:)
André Batista disse…
gostei muito do teu blog! vou passar por cá mais vezes!
Lumife disse…
wind :


Já vi que também gostas do Manuel Alegre.

bjs.
Lumife disse…
rain-maker :

Que prazer ler as tuas palavras.

esta aguinha que caiu é só para não perdermos a esperança em melhores dias.

Bjs.
Lumife disse…
andré batista :

também te irei visitar.

Volta sempre.

Um abraço.
batista filho disse…
Belíssimo! mais uma peróla pra minha caixinha de guardar e rever coisas belas. Um abraço.

Mensagens populares deste blogue

ACORDANDO

ALDA GUERREIRO

ANRIQUE PAÇO D'ARCOS - UM POETA PORTUGUÊS...