Outono





Caravaggio - Rapaz com cesto de fruta - 1593/94




Antecipando a chegada do Outono ...


.



Num pálido desmaio a luz do dia afrouxa

E põe, na face triste, um véu de seda roxa...

Nuvens, a escorrer sangue, esvoaçam, no poente.

E num ermo, que o outono adora eternamente,

Vê-se velhinha casa, em ruínas de tristeza,

Onde o espectro do vento, às horas mortas, reza

E o luar se condensa em vultos de segredo...

Almas da solidão, sombras que fazem medo,

Vidas que o sol antigo, um outro sol, doirou,

Fumo ainda a subir dum lar que se apagou.




(Teixeira de Pascoaes)



Comentários

25MAX04 disse…
Obrigado por me linkares, aparece sempre!
segurademim disse…
O outono é assim! depois do calor e do bulício do verão a placidez e nostalgia dos dias outonais, mas não menos belos e luminosos ...
Ludinais disse…
Tudo muito bonito! Como sempre.



Sara Brightman a cantar "Fui bailar no meu batel" é original e harmonioso, contudo tenho ouvido outras interpretações que ainda me entusiasmam mais... Já ouviu um grupo coral polifónico a cantar este tema a 4 vozes? Eu sei de um (muito bom) que o faz lindamente!


Um abraço cada vez mais de perto (já faltam poucos dias...)
paper life disse…
Que bonito! :)

por aqui houve uma trovoada breve e terminou "ondeia" (fim do noticiário)

;) Bjs
Mocho Falante disse…
Ai as saudades do Outono que torna a chegar... Hoje cai uma chuva por aqui, coisa pouca mas já deu para sentir o cheiro da terra molhada agradecida

Beijocas
Anónimo disse…
A estação do ano Outono é lindo, com as suas cores e as suas mudanças, pior mesmo é o outono da vida que por vezes se torna muito cinzento.
Beijinhos
Guardiã de Sonhos
Mocho Falante disse…
Aqui fica o prometido...

UM ABRAÇO DO TAMANHO DO MUNDO PARA TI.....

Reposta a ordem, até já!

Mais um abraço :-D
Ludinais disse…
Lembrei-me há bocado que a composição cuja primeira frase é "Fui bailar no meu batel" se chama "Canção do Mar"... Enfim, é apenas um pormenor... este bonito título, desta linda composição!

Entretanto, espero que este Outono seja luminoso. Precisamos.
wind disse…
Lindo, como o Outono:) beijos
Lumife disse…
25max04 :

De nada. Os amigos tenho mesmo de linkar senão como distraído que sou perco-me na sua busca.


Segura de Mim :

O Outono é uma das mais bonitas estações. Talvez a mais romântica...


Ludinais :

O que me disseram desta canção é que é de origem marroquina e foi adaptada para a Amália na "Canção do Mar".
A Sarah provàvelmente foi à mesma fonte e tb fez uma adaptação.
Outras canções há mas nem sempre disponíveis para podermos carregar nos blogs.
Não ouvi outra interpretação além das referidas e parece-me que tb a Dulce Pontes canta este tema.

Votos de um feliz outono.

Abraços para o casal e um beijinho para a Inês.


Pedra :

Já lá vou assistir ao END.

Esta água que tem caído nem o pó acalma.

Bjs.


Mocho Falante :

Um fraternal abraço.


Guardiã dos Sonhos :

Olha que o outono da vida é da côr que lhe quisermos dar.

Beijinhos
Cristina disse…
Olá lumife,
Gostei do teu poema, mas vou confessar que não gosto do Outono, pois faz-me lembrar que logo a seguir vem o inverno que detesto...
:)
beijinhu
batista filho disse…
Puro encantamento, amigo! Grato pelo poema que não conhecia. Um abraço.
romero disse…
Otoño es melancólico, pero me transmite paz.Y gracias por tu invitacion. Cuando vuelver a Portugal, pasaré por aí ( claro que Dizzie va conmigo ) :)
Abrazo
sónia disse…
Não...não quero que o Verão acabe... Shuif, buáááá....nãoooooooo!
Jorge Vicente disse…
Magnífico poema do grande Teixeira de Pascoaes. Ele foi um dos maiores poetas portugueses do século XX e um dos fundadores do Saudosismo, conjuntamente com o grande poeta alentejano Mário Beirão, etc.

um grande abraço
Jorge Vicente

Mensagens populares deste blogue

ACORDANDO

ALDA GUERREIRO

ANRIQUE PAÇO D'ARCOS - UM POETA PORTUGUÊS...