quarta-feira, outubro 12, 2005

Compreensão




Deixaste que o meu olhar
te escorregasse pelos cabelos longos!
Consentiste que a minha voz
te envolvesse docemente os sentidos!
Não lutaste quando os meus braços
cingiram teu corpo delicado!


Porque me esperavas havia muitos anos …
E sabias que eu viria!


Não choraste quando te murmurei
que teria que te deixar!
Não tentaste prender-me
quando parei de acariciar a tua pele macia!
Sorriste, numa compreensão amargurada
quando te acenei na despedida!


Porque me conhecias havia muitos anos …
E sabias que eu partiria!





Orlando Fernandes - Natural de Ferreira do Alentejo -

26 comentários:

adesenhar disse...

o Orlando Fernandes tem veia de poeta :)

abraço lumife

Lmatta disse...

Olá
O teu poema diz bem com a foto
ambos lindos gostei
Beijinhos

Isabel-F. disse...

embora bonito...

que coisa mais triste...

Bjs

TMara disse...

muito singelo e belo. Como os afectos, sem cadeias. Bjs e;)

paper life disse...

Bonito poema e espectacular foto!

:) Bjs Lumife!

wind disse...

LIndos poema e foto:) beijos

Quem sabe... disse...

"Sorriste, numa compreensão amargurada
quando te acenei na despedida!

Porque me conhecias havia muitos anos …
E sabias que eu partiria!"

Isto é....compreender, aceitar, amar....a essencia inevitavel do outro...
Nem sei.....lindo demais, para explicar, algo q apenas alguem sente em todo o seu direito, sem ter q se explicar...

:)***

Quem sabe... disse...

Desculpa.....esqueci de uma coisa importantissima.....esta musica....linda demais....

:$....gosto mesmo de estar atenta a tudo, mas depois qd chego aos coments, começo a escrever, e não sei q se passa....mas creio q me embrenho nas minhas pp palavras, na minha mente...e.....

Doce Amor meu disse...

Muito linda o poema...
Talves ele não perceba que ela chora pq sempre que apareces estás de partida...
E não tenha tempo de ver na partida as lágrimas que rolam nos olhos...e saudades que fica guardada no coração...
Adorei a foto...
Uma quarta-feira linda pra ti...
Beijosss...

Ludinais disse...

Belo poema de um Alentejano!
E que bem que nos sabe a poesia neste Outono.

Momentos bons com o nossos amigo Lumife!
Beijos daqui e de todos nós.

Lumife disse...

adesenhar :

Vais ter oportunidade de ler mais poemas deste Poeta Alentejano.

Um abraço amigo

Lumife disse...

Imatta :

Fico satisfeito por teres gostado.

Beijos

Lumife disse...

Isabel-F :

Achas bonito e triste mas como sabes é assim a vida.

Beijos

Lumife disse...

Tmara :

Muito do que é singelo encerra tb a sua beleza.

Beijos

Lumife disse...

Ferina :

Sejas bem-vinda na tua primeira visita. Irei tb visitar-te.

Beijos

Lumife disse...

Wind :

Ainda bem que gostaste.

beijos

Lumife disse...

A essência inevitável do outro. Bem dito.

Beijos

Lumife disse...

Doce Amor Meu :

A vida é uma constante chegada e partida.

Saudades sim, sempre. Lágrimas não.
Como o título diz : Compreensão.

Beijoss

Lumife disse...

Ludinais :

O outono propicia a leitura e momentos de romantismo.
Agora é tempo de poesia mais a mais dum Compadre Alentejano.

Beijos e abraços para os Ludinais e um beijinho especial para a minha amiguinha Inês

Menina_marota disse...

Bem... caí para o lado... e, esqueci do que ia escrever!!

Só ouvia a música!

Isto não se faz!! Adoro esta música!!

Bem... o que é que eu ia dizer?
vou ouvir de novo a musica... ;)

Até logo ;)

Jinhos ;)

meialua disse...

Nao conhecia.

Um bonito poema.
Gostei.

beijos*

Nilson Barcelli disse...

Bonito e triste.
Gostei de ler o poema do Orlando.
Abraço.

romero disse...

Tb te quedaste romantico ahora ? ejejej...pero, con un poema precioso:)
abrazo

Mocho Falante disse...

é pá hoje só tenho lido poesia triste ba blogoesfera...vamos lá animar

Abraços

batista filho disse...

É, conheço o sentimento e amei os presentes versos!

Dizzie disse...

Sorriste, numa compreensão amargurada.....pero cuando se ama...
Tantas cosas se consegue hacer por el otro...:)

:)***