Avançar para o conteúdo principal

Sonho ou realidade ?...




Procurei-te,
Depois daquele dia aziago.

Imaginava que tudo de novo
seria possível,
que novamente fosses minha.
Nunca o tinhas
deixado de ser…

Não respondeste
ao apelo.
Eu,
Nem quis crer.
Tudo tinhas esquecido?
Tudo tinhas olvidado?

A núvem que
nesse momento
toldou meus olhos
tudo enegreceu.
A própria caminhada
do dia a dia.

Dias, meses, anos,
muitos anos ,
se passaram.

Quantas loucuras.
Quantas mais desilusões.

Num instante
tua imagem
deslisou a meu lado.

Sonho, realidade?

Não houve uma palavra
de lado a lado.
Nossos olhos enevoados
se entenderam.
Tristes somente
se beijaram
num sonho impossível.

O tempo passara.
Passara tanto tempo.

Éramos os mesmos
sorrindo um para o outro.

Tarde demais…

Seguimos nossos destinos,
corações apertados,
olhos tristes.


Continuo à tua procura…



LM Abril/2005

Comentários

wind disse…
A vida é mesmo feita assim. De caminhos que não se voltam a cruzar.Bonitas imagens:) Beijos
lena disse…
acredito que os caminhos ainda se podem cruzar, por isso continuamos à procura


tenho a certeza que encontras

adorei ler-te hoje, neste envolvimento de um tempo num caminho de sonhos ou realidades

beijinhos meus

lena
Aromas Do Mar disse…
Adoro esta música, adorei o poema :)

Um bom começo de semana

beijo da Lina/Mar Revolto
Mónica disse…
As encruzilhadas da vida fazem-nos seguir por caminhos que nos impedem de voltar a ver aqueles que tanto gostaríamos de rever, mas ao mesmo tempo proporciona encontros diferentes.

Quem sabe se não é num desses encontros imediatos que está a nossa verdadeira felicidade!!

:)
Sulista disse…
Bonito poema :-)

Beijinho e boa semana !
Cristina disse…
Lumife,
Eu acredito que quando dois seres se amam, cruzam-se novamente, ou mais cedo ou mais tarde
:)
Obrigada por me teres dito do teu novo post...Adorei as tuas palavras
:)
beijinhu
Dizzie disse…
"Seguimos nossos destinos,
corações apertados,
olhos tristes.


Continuo à tua procura…"

abril...?

Amigo...espiero q .....perdon...no se q decir.
Te siento asi...:(
Lumife...:(
Espiero q pase pronto....y me quedo feliz por saber q hice un poquito de diferencia en tu dia....
Podera yo hacer mas....amigo.

Algo q necesites....estaremos aqui.

besitos...:)***
Dilbert disse…
Está-se bem aqui... boa música, excelentes poemas para se ler, imagens cativantes para dar asas à imaginação...
Isto sim, ajuda a enfrentar a semana de trabalho que se aproxima...
Uma abração
batista filho disse…
Normalmente uso metáforas para tratar de tal assunto, mas creio que já percebeste isso. Há pessoas que permanecem indeléveis em nós, à despeito de rumos diferentes que a vida se nos impõe... ou que nós mesmos nos impomos.
Um abraço fraterno.
IC disse…
Gosto de passar por aqui antes de desligar o pc...
Boa semana de trabalho :)
meialua disse…
Natural é as pessoas se encontrarem... e se perderem...

Beijos e boa semana*
segurademim disse…
Há encontros e desencontros que marcam, que condicionam uma vida...
:)
Beijo, boa semana
Mocho Falante disse…
Bom mas que trizteza que por aqui se vive.....

Nunca deixes de procurar porque são frutos que semeias

abraços
paper life disse…
Encontros desencontros...

:)

Bjs Lumife
Lumife disse…
Para todos o desejo de boa semana.
mar disse…
Por vezes nunca encontramos aquilo q procuramos, ou encontramos qd menos esperamos....
Bjs
batista filho disse…
LUMIFE: quando se trata das coisas do coração - as metáforas que utilizo mais são para preservar a mim mesmo e às pessoas envolvidas -, que por uma questão de estilo. Eventualmente ao fazer tal abordagem sou direto, mas é muito raro. Achei belíssimo e corajoso o que escreveste. Um abraço fraterno.

Obs. O comentário acima é a transcrição do que deixei na ilha.

Mensagens populares deste blogue

Cantiga para não morrer de Ferreira Gullar

Quando você for se embora,
moça branca como a neve,
me leve. 
.
Se acaso você não possa
me carregar pela mão,
menina branca de neve,
me leve no coração.
.
Se no coração não possa
por acaso me levar,
moça de sonho e de neve,
me leve no seu lembrar.
.
E se aí também não possa
por tanta coisa que leve
já viva em seu pensamento,
menina branca de neve,
me leve no esquecimento.
.
Ferreira Gullar

Como a noite descesse...

Como a noite descesse e eu me sentisse só,
só e desesperado diante dos horizontes que se fechavam,
gritei alto, bem alto: ó doce e incorruptível Aurora!
e vi logo que só as estrelas é que me entenderiam.
Era preciso esperar que o próprio passado desaparecesse,
ou então voltar à infância.
Onde, entretanto, quem me dissesse
ao coração trêmulo:
- É por aqui!

Onde, entretanto, quem me disesse
ao espírito cego:
- Renasceste: liberta-te!

Se eu estava só, só e desesperado,
por que gritar tão alto?
Por que não dizer baixinho, como quem reza:
- Ó doce e incorruptível Aurora...
se só as estrelas é que me entenderiam?

Emílio Moura



Emílio Guimarães Moura (14 de agosto de 1902Dores do Indaiá28 de setembro de 1971Belo Horizonte) foi um poetamodernista, integrante do grupo de modernistas mineiros que ajudaram a revolucionar a literatura brasileira na década de 1920. Foi redator de cadernos literários dos periódicos Diário de Minas, Estado de Minas e A Tribuna de Minas Gerais. Moura foi também professor universit…

SE FOSSES ...

Se fosses luz serias a mais bela De quantas há no mundo: – a luz do dia! – Bendito seja o teu sorriso Que desata a inspiração Da minha fantasia! Se fosses flor serias o perfume Concentrado e divino que perturba O sentir de quem nasce para amar! – Se desejo o teu corpo é porque tenho Dentro de mim A sede e a vibração de te beijar! Se fosses água – música da terra, Serias água pura e sempre calma! – Mas de tudo que possas ser na vida, Só quero, meu amor, que sejas alma!

António Botto
Foto de Aleksandr Krivickij