Foto de Piotr Kowalik (Fotografia na Net)



"Em cada página,o teu olhar,em cada montanha,
a tua voz.Deixa-me falar contigo.
Lembro-me tão bem de tudo o que me disseste.

As palavras existem.Eu quero encontrar-te sempre,
em cada noite,sobre a mesa dos papéis desarrumados
onde limpo a nossa vida.

Em página,os céus,em cada montanha,tu a chamares.
As páginas são,outra vez,o dia em que nasceste.
Lembraste tão bem de tudo.

Passam anos sobre as palavras.Os dias existem.
Seguro o livro como se segurasse a tua voz e,
quando alguém diz o teu nome,
eu continuo a responder."

(José Luís Peixoto)

(Um beijo para Lena/Cabana de Palavras pela maravilhosa oferta)

Comentários

wind disse…
Lindo de morrer! E a foto bela escolha para o poema:) beijos
TMara disse…
andei por aqui como quem colhe o perfume das flores, caminhando suave, suavemente. parando aqui e ali....Bjs de luz e paz
Isabel-F. disse…
...gostei de ler...
uma bela escolha...

boa semana
Bjs
soldeinverno disse…
lindo... lindo demais... jinhuz
Malae disse…
Querido amigo! Aqui estou eu de volta!:D Obrigada pelo apoio e pela amizade!

E que bom estar de novo no conforto deste cantinho, perdida nestas palavras bonitas!

Simplesmente lindo este poema! O livro da nossa vida nunca esquece aqueles que nos marcaram!

Beijinhos grandes,
Malae**************

Mensagens populares deste blogue

ACORDANDO

ALDA GUERREIRO

ANRIQUE PAÇO D'ARCOS - UM POETA PORTUGUÊS...