Avançar para o conteúdo principal




Com um beijo para a Lena da CABANA DE PALAVRAS . Convido os amigos a visitar este blog.



É URGENTE QUE AS PESSOAS SE AMEM


É urgente que as pessoas se amem
sem vergonha e sem tristeza
Que se amem com orgulho
Com a alegria pagã da joie grega


É urgente que as pessoas não se escondam
por detrás das outras pessoas
das idéias das outras pessoas
dos muros espessos do medo


É urgente que as pessoas se amem


É urgente partilhar o pão e o corpo
com a claridade da terra molhada
nas manhãs de sol


É urgente assumir a verdade


***** ******


MULHER, em tempo de hoje


Mulher encontrada
na minha memória


Meu tempo-de-hoje


Instante de agora



***** *****


FORÇA TELÚRICA


De mim tu és mulher
nascida em minha força.


***** ******


MULHER-TU


Mulher rasgada
no meu sonho aberto


Mulher alerta
no meu estar em tudo.




***** ******

MULHER BASTANTE


Eu sei quem és porque em ti decubro
a mulher que foste em mim bastante


****** ******


DIZER AMOR


Queria subir às palavras
e gritá-las
E ter o privilégio de inventar
formas diferentes
de dizer amor




****** ********


PALAVRA POR DIZER


Só agora sou poeta
na poesia que não escrevo
Só agora me transmito
Só agora me transcrevo


Eu silabo no teu corpo
a palavra que não digo


***** *****


INSACIEDADE


A minha fome é de dentro
e a minha sede é palavra


***** ******


REBELDIA


Soltem-me
as algemas


Quero
a minha alma livre
meu corpo livre
meu pensamento livre


Esbofetear o mundo
e cuspir
na vida


***** *******


DEUS REINCARNADO


Tenho
um deus
só para mim
incarnado na loucura
da minha lucidez




***** ******





DE NÓS EM LIMITE


Na luta da posse

meu corpo guerreiro

batalha no teu

Meus beijos em seta

percorrem a meta

atingem loucura

No espaço liberto

da minha procura

tu és o limite





(Manuela Amaral)

Comentários

Kalinka disse…
OLÁ MEU AMIGO

Passei por aqui hoje, e vejo que te excedeste em poesias...e, pergunto-me, qual delas, uma melhor que a outra?
São todas BELAS.
Começando pela 1ª, só tenho a dizer que a transformaria e escreveria:
É urgente que alguém me ame...!!!

Pois é aí que está 80% dos meus problemas de saúde e o resto vem por acréscimo...concordo que as pessoas se amem sem vergonha e sem tristeza,
Que se amem com orgulho
É urgente que as pessoas se amem...
Beijokas.
wind disse…
Já conheço o link que referiste, assim como a poetisa manuela Amaral e caprichaste mesmo:) Parabéns!:) beijos para ti e para a tua netita*
lena disse…
lindissima esta partilha

adorei!

beijinhos muitos para ti meu amigo e beijos doces à Carolina
Lisa disse…
Olá Lu...

Lindos poemas...lindas imagens...está um encanto...

Uma linda noitinha e que tenhas um sonho encantado ;)

Um dotoso abraço pra Carolzinha...e outro pro vozito...

Beijossss...
Anónimo disse…
Your are Nice. And so is your site! Maybe you need some more pictures. Will return in the near future.
»

Mensagens populares deste blogue

Cantiga para não morrer de Ferreira Gullar

Quando você for se embora,
moça branca como a neve,
me leve. 
.
Se acaso você não possa
me carregar pela mão,
menina branca de neve,
me leve no coração.
.
Se no coração não possa
por acaso me levar,
moça de sonho e de neve,
me leve no seu lembrar.
.
E se aí também não possa
por tanta coisa que leve
já viva em seu pensamento,
menina branca de neve,
me leve no esquecimento.
.
Ferreira Gullar

Como a noite descesse...

Como a noite descesse e eu me sentisse só,
só e desesperado diante dos horizontes que se fechavam,
gritei alto, bem alto: ó doce e incorruptível Aurora!
e vi logo que só as estrelas é que me entenderiam.
Era preciso esperar que o próprio passado desaparecesse,
ou então voltar à infância.
Onde, entretanto, quem me dissesse
ao coração trêmulo:
- É por aqui!

Onde, entretanto, quem me disesse
ao espírito cego:
- Renasceste: liberta-te!

Se eu estava só, só e desesperado,
por que gritar tão alto?
Por que não dizer baixinho, como quem reza:
- Ó doce e incorruptível Aurora...
se só as estrelas é que me entenderiam?

Emílio Moura



Emílio Guimarães Moura (14 de agosto de 1902Dores do Indaiá28 de setembro de 1971Belo Horizonte) foi um poetamodernista, integrante do grupo de modernistas mineiros que ajudaram a revolucionar a literatura brasileira na década de 1920. Foi redator de cadernos literários dos periódicos Diário de Minas, Estado de Minas e A Tribuna de Minas Gerais. Moura foi também professor universit…

SE FOSSES ...

Se fosses luz serias a mais bela De quantas há no mundo: – a luz do dia! – Bendito seja o teu sorriso Que desata a inspiração Da minha fantasia! Se fosses flor serias o perfume Concentrado e divino que perturba O sentir de quem nasce para amar! – Se desejo o teu corpo é porque tenho Dentro de mim A sede e a vibração de te beijar! Se fosses água – música da terra, Serias água pura e sempre calma! – Mas de tudo que possas ser na vida, Só quero, meu amor, que sejas alma!

António Botto
Foto de Aleksandr Krivickij