sexta-feira, março 17, 2006





O MEU CAMINHO

Caminhando no verso e no reverso
Que busco entre penumbras e tristezas?
Se de todas as mais duras incertezas
Até a mim confundo e me disperso?

Se cheguei até aqui, foi por te amar!
Para quê então todos os meus passos
Se na hora de chegar para te abraçar
Não puder ter-te nos meus braços?

És a parte de mim que falta e dói
De ti distante, a outra parte sou eu.
Sou cada sorriso que de mim se foi
Sou a parte de mim que se perdeu.

Mas nesta vã e pressentida incerteza
O poema diz que o meu longe é aqui.
Mesmo tendo contra mim a natureza
Eu sei que o meu longe está em ti…

Outra Voz do Frog



Nota: Agradeço ao Frog este momento de inspiração.
Espero que não leve a mal a colocação do seu poema no meu blog sem a sua prévia autorização.

5 comentários:

wind disse...

Muito bonito:)beijos

Kalinka disse...

LUMIFE:
Fizeste muito bem, para divulgar a sua obra, pois ele mesmo não se divulga, é tímido...

Todas as suas poesias são envolventes, tocam de forma profunda e, falam sempre de Amor.

...Se cheguei até aqui, foi por te amar!Para quê então todos os meus passos se na hora de chegar para te abraçar não puder ter-te nos meus braços?...
SIMPLESMENTO BELO.
Beijokas.

Lisa disse...

Realmente Kalinka o poema é linda e envolvente...parabéns vozito lindo...rsrs...

Vim desejar um lindo final de semana com doçura ...

Beijos sabor de encanto no teu lindo rostinhu...(piscando)...rsrs...

alentejodive disse...

Ultimamente, tenho passado menos vezes aqui pelo seu espaço. Tem sido alguma falta de tempo. Não é desculpa, tem sido isso mesmo.

Espero que esteja tudo a correr bem, com a vossa organização.

Saudações da parte de outro alentejano.

lena disse...

é sempre um prazer ler algo que o frog escreve, e escreve com tanta emoção que consegue tocar em cada um

bela partilha, apesar de já o ter lido no blog dele, gostei de o reler aqui no teu novamente

beijinhos meu amigo, um beijinho cheio de ternura à Catarina, que deve estar cada dia mais linda