AUSÊNCIA


Num deserto sem água
Numa noite sem lua
Num país sem nome
Ou numa terra nua

Por maior que seja o desespero
Nenhuma ausência é mais funda do que a tua.




(Sophia de Mello Breyner Andresen)

Comentários

Isabel-F. disse…
Adoro sempre todos os escritos de Shopia de Melo...

adorei ler este poema

bjs
wind disse…
Maravilha! beijos
Anónimo disse…
What a great site, how do you build such a cool site, its excellent.
»

Mensagens populares deste blogue

ACORDANDO

ALDA GUERREIRO

ANRIQUE PAÇO D'ARCOS - UM POETA PORTUGUÊS...