quinta-feira, agosto 17, 2006

ESTA MANHÃ ENCONTREI O TEU NOME NOS MEUS SONHOS...

Foto de Paulo Cesar-Olhares




Esta manhã encontrei o teu nome nos meus sonhos
e o teu perfume a transpirar na minha pele. E o corpo
doeu-me onde antes os teus dedos foram aves
de verão e a tua boca deixou um rasto de canções.

No abrigo da noite, soubeste ser o vento na minha
camisola; e eu despi-a para ti, a dar-te um coração
que era o resto da vida - como um peixe respira
na rede mais exausta. Nem mesmo à despedida

foram os gestos contundentes: tudo o que vem de ti
é um poema. Contudo, ao acordar, a solidão sulcara
um vale nos cobertores e o meu corpo era de novo
um trilho abandonado na paisagem. Sentei-me na cama

e repeti devagar o teu nome, o nome dos meus sonhos,
mas as sílabas caíam no fim das palavras, a dor esgota
as forças, são frios os batentes nas portas da manhã.



Maria do Rosário Pedreira

16 comentários:

Lisa disse...

Que imagem linda...e o poema é um encanto...nela contém todo o desejo ardente da pessoa que realmente o deseja...

Desejo à ti uma semana super linda...

Beijossss...

della-porther disse...

Lu

Lindo
beijos querido

della

Anónimo disse...

Vau ver http://jsdalvito.blogs.sapo.pt/ os moços voltaram com toda a força. Chiça!!

Isabel-F. disse...

MAravilhoso este texto.

bom fim de semana
Bjs

Mily disse...

"...a dor esgota as forças, são frios os batentes nas portas da manhã."

Esgota sim, amigo! A dor esgota as forças e nos deixa desvitalizados quando ainda temos chão para percorrer. A ausência da pessoa amada traz a solidão e a saudade até em sonhos.

É lindamente triste esse poema da Maria do Rosário!

Cheguei das férias, amigo querido, e vim trazer-te um abraço. Já dei uma passeada por aqui, e pude confirmar o teu bom gosto na escolha dos poemas que enfeitam teu espaço.

Espero que tua vida esteja sendo agraciada com a realização de teus projetos. Desejo do fundo do coração que estejas bem, meu amigo!

Deixo-te alguns sorrisos que colhi de mimosos anjos quando vinha para cá. Deixo também flores, doadas por lindas fadas, e alguns beijos, meus e delas. Simplesmente para enfeitar o teu final de semana.

Fica em paz! Fica com Ele!

rouxinol de Bernardim disse...

Excelente! supergenial! a classe da escrita com o fulgor de uma luz que nem o sol mais incandescente!...

Lisa disse...

Boa noite Lu...

Vim desejar um lindo final de semana com carinho pra ti...


Beijosss...

Kalinka disse...

LUMIFE:

DELICIO-ME COM OS POEMAS QUE ESCOLHES.
SEMPRE MUITO ROMÂNTICOS, logo eu que sou uma romântica incorrigível...fico a sonhar de olhos bem abertos, lendo-te.

ADOREI:Esta manhã encontrei o teu nome nos meus sonhos
e o teu perfume a transpirar na minha pele. HUMMMMMMMM.....

Bom fim de semana.
Beijo-te com carinho.

wind disse...

Belíssimo este poema:))))
beijos

Thiago Forrest Gump disse...

O poema só não é mais compenetrado que o olhar dela!



Abraços

Jofre Alves disse...

Passei por aqui para apreciar, de novo, o teu interessante blogue.

Mr_Lynch disse...

Adoro a poesia da Maria do Rosário Pedreira. Parabéns pela escolha.

MARIA VALADAS disse...

Maria do Rosário Pedreira...uma poetiza a não esquecer...que nos deixa mergulhados no mar das ilusões!!
Poema Lindooo...bem escolhido!!

Bem...vinha apenas desejar uma boa semana de trabalho..e muita criatividade para amainar as horas de solidão!

Bjs....... Maria

O Chaparro disse...

olá, compadre. vim desejar uma boa semana. abraço

Abade.anacleto disse...

Belo este poema com a sua mansidão um pouco com frio que aquece a alma como brasas. Como sempre estás e estamos de parabéns com as tuas escolhas.
Um abraço.

Lmatta disse...

Lindo conjunto
beijos