sábado, abril 08, 2006

Silêncio da Noite...

Foto de João Gouveia-1000 Images







É no silêncio da noite que me encontro!

Escorregam-me na pele os minutos inquietos,

enquanto procuro imprevisíveis rimas

para versos desesperados…


É no silêncio da noite que me escuto!

Em gritos inúteis, sumidos na garganta,

revolto-me dos sonhos que deixei escapar

por entre os dedos fechados…



É no silêncio da noite que me dou!

Vou ciciando canções dum tempo perdido,

que vagueiam no curto espaço que me cerca,

sem portas para escapar…


É no silêncio da noite que me quero!

Perdido, intemporal e obstinado,

em busca de saídas mais que absurdas

para os gestos por explicar…



É no silêncio da noite…

que inutilmente os meus sentidos te procuram!





(Orlando Fernandes in Fronteiras do Sonho)