Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

A mostrar mensagens de Março, 2007
SERPA -CENTRAL FOTOVOLTAICA A 28 DE MARÇO

O ministro da Economia e da Inovação, Manuel Pinho,
e o secretário de Estado Adjunto, da Indústria e da Inovação, Castro Guerra,
presidem no próximo dia 28 à inauguração da Central Fotovoltaica
de Serpa, localizada na estrada de Brinches. A presença do
primeiro-ministro, José Sócrates, ainda está sujeita a confirmação.
A central, financiada pela GE Energy Financial Services – associada
neste projecto à PowerLight Corporation e à Catavento SA – e
considerada "uma das maiores do Mundo", constitui, segundo
os promotores, "uma nova unidade de produção de energia solar
de 11 megawatts, localizada numa área de 60 hectares e reforça
o compromisso de Portugal em apostar na energia renovável limpa
e fiável como a fonte solar". Segundo uma nota de imprensa da
General Electric, estarão ainda presentes Alfred Hoffman,
embaixador dos Estados Unidos em Portugal, Kevin Walsh,
da GE Energy Financial Services, Thomas Dinwoodie,
da PowerLight…

II ENCONTRO DE BLOGS EM ALVITO

II ENCONTRO DE BLOGS EM ALVITO


AOS 21 DE ABRIL DE 2007


ESTAMOS ELABORANDO O PROGRAMA


MARQUE JÁ NA SUA AGENDA!


MAIS NOTÍCIAS MUITO EM BREVE.




MAIS ALENTEJO

MAIS ALENTEJO

LEVAMOS O ALENTEJO A TODA A PARTE

Já está nas bancas o número 70 de Março/07 de MAIS ALENTEJO.

Esta prestigiada publicação mensal alentejana apresenta-se com um aspecto muito atractivo e é rica em notícias e imagens de todo o Alentejo.

"A revista Mais Alentejo - apesar de ter nascido regional em terras alentejanas -, mercê do constante e gradual número de leitores, espalhados por todo o país, que não param de crescer, edição a edição (e não apenas na nossa região, mas sobretudo fora dela), tem vindo a assumir-se como um produto jornalístico cujas "fronteiras" há muito já ultrapassaram o mapa do Alentejo para ser cada vez mais Portugal. E ainda bem!"
(In Carta do Director - António Sancho - Director de Mais Alentejo)
QUANDO QUISERES


Quando quiseres, serei vento!
Que soprará nos teus cabelos
os aromas bebidos nas flores.


Quando quiseres, serei rio!
Que correrá no teu corpo
cantando as águas transparentes.


Quando quiseres, serei ave!
Que voará nos teus pensamentos
pelas sombras dum fim de tarde.


Quando quiseres, serei madrugada!
Que ao de leve acordará em ti
os sonhos dum tempo sem idade.


Quando quiseres, serei mágoa!
Que chorará nos teus olhos
os dias de desencanto.

Quando quiseres, serei primavera!
que enfeitará de rosas vermelhas
a quietude da tua alma ferida.

Quando quiseres, serei vida!
Basta que te rendas num aceno…
e nascerei de novo nos teus braços!



(Orlando Fernandes in Alentejo… e outros poemas)