sexta-feira, julho 06, 2007

Maria




Tenho cantado esperanças…
Tenho falado d' amores…
Das saudades e dos sonhos
Com que embalo as minhas dores…

E eu cuidei que era poesia
Todo esse louco sonhar…
Cuidei saber o que é vida
Só porque sei delirar…

Eram fantasmas que a noite
Trouxe, e o dia levou…
À luz da estranha alvorada
Hoje minha alma acordou!

Esquece aqueles cantos…
Só agora sei falar!
Perdoa-me esses delírios…
Só agora soube amar


[Poema"Maria" de Antero de Quental]
Foto Oleg Kosirev

6 comentários:

Doutroladodomar disse...

Lindo! bom final de semana.

Kalinka disse...

É hoje o grande dia!!!
Vamos todos saber em quais 7 belezas do Mundo recaem as nomeações, numa festa que se prevê de grande sumptuosidade. Os convidados também são 5 estrelas e, adoraria estar mais perto do Joaquin Cortez, para vibrar com o seu sapateado e não só...
No entanto, seja qual for a classificação final, há um dos monumentos que está a votação, que adoro: o Taj-Mahal, na Índia. Será sem dúvida, um sonho para mim estar ali, fisicamente defronte dele, um dia...o Taj Mahal, será para todo o sempre um lágrima solitária no tempo.

AMIGO, continuo a divulgar os meus passeios pelo Alentejo, a ultima reportagem fotográfica foi de Moura. Beijitos.
Bom fim de semana.

wind disse...

Belíssimo:)
beijos

MARIA disse...

Tão bonito. Obrigada.

Doutroladodomar disse...

Oi, amigo.. não consigo imaginar a razão pela qual não consegues comentar lá no meu sítio ,amigo. Pode ser problema temporário. Obrigada pela atenção. Bj.

LEONOR C. disse...

Não conhecia o poema. É lindo.Na juventude embalamos sonhos tecidos com esperanças e, se eles se desmoronam, sofremos como se não houvesse uma próxima vez para o amor. Gostei muito.

Um abraço