Avançar para o conteúdo principal

BLOG CERTIFICADO...




Estragam-nos com mimos...

Desta vez foi "MOMENTOS" que nos quis distinguir com este prémio.
Agradecemos sensibilizados tal distinção e tudo faremos para continuar a contar com a V/ amizade.
Iremos, como é da praxe, indicar outros blogs que, em nosso entender merecem também este prémio:

"MENINA MAROTA"

"ALICERCES"

"ALVITRANDO"

"AMORALVA"

"MOVIMENTUM"

"ORION"

"PETER'S">

"POEMAS DE AMOR E DOR"

"SANTA MARGARIDA"

"VIRTUAL REALIDADE"



Tal indicação não significa que muitos outros não o merecessem também .

Saudações a todos e um beijo amigo a "MOMENTOS"

Comentários

MARIA disse…
Parabéns Lumife pelo certificado e pela calorosa amizade de Momentos. É sempre muito bom contar com o cerinho dos amigos e tu bem o mereces pela poesia que trazes à vida dos que visitam o Beja.
Felicidades.
Um beijinho da
Maria
MARIA disse…
Quis dizer "carinho", claro.
Beijinhos.
hfm disse…
Obrigada. Fiquei feliz com a distinção e quero agradecer. Um grande abraço
helena disse…
Antes de mais, PARABÉNS pelo certificado que merecidamente te foi atribuído.
Além de nos trazeres poemas tão bem escolhidos, ainda nos dás conta de Alvito e das notícias das suas actividades.
Acredita que foi a primeira terra que visitei aquando da minha efectivação em Portel.

Quero ainda agradecer-te lembrares-te de mim, do Orion,conferindo-lhe esse certificado.(logo numa altura em que eu tinha resolvido parar).
Tenho que pensar a quem passar o testemunho, pois não quero ferir susceptibilidades, dado que gosto de tantos, e alguns já tu nomeaste.

Um beijo
Olhos de mel disse…
Parabéns! Você bem fez por merecer esse e muitos outros.
Fique com Deus! Beijos
Peter disse…
Obrigado por te lembrares do "Peter's", um "parente pobre" do "conversasdexaxa4".

Abraço
pedro oliveira disse…
Lumife, a tua nomeação foi justa e merecida ... já a minha (eh, eh, eh) só a entendo como uma grande prova de amizade.
Um grande abraço, amigo, obrigado.
alvitrando disse…
ptParabéns! O reconhecimento do que fazemos sabe sempre bem...
Agradeço, por isso também, ter referido o Alvitrando como merecedor de reconhecimento, apesar de considerar que não o justifica.
Continue com o Beja porque Alvito, o Alentejo e a blogosfera ficam melhores com ele.
Um abraço.
LG
Sophiamar disse…
É a primeira vez que passo por aqui. Poesia? Gosto tanto!
Voltarei para ler os posts.Bom fim de semana!
Beijinhos
Um Momento disse…
Um beijo Amigo te deixo , e sorrindo pois o teu espaço maravilha-me ...
Grata por tão bons momentos me proporcionares
Parabéns !!!
(*)
Isa&Luis disse…
Olá:))

Parabéns,muito bem merecido!

Obrigada,por te lembrares de nós(virtualrealidade)

Beijinhos

Isa
paula travelho disse…
parabens pelo premio.
Realmente merece
é um belissimo blog.
Paula Travelho

Mensagens populares deste blogue

Cantiga para não morrer de Ferreira Gullar

Quando você for se embora,
moça branca como a neve,
me leve. 
.
Se acaso você não possa
me carregar pela mão,
menina branca de neve,
me leve no coração.
.
Se no coração não possa
por acaso me levar,
moça de sonho e de neve,
me leve no seu lembrar.
.
E se aí também não possa
por tanta coisa que leve
já viva em seu pensamento,
menina branca de neve,
me leve no esquecimento.
.
Ferreira Gullar

Como a noite descesse...

Como a noite descesse e eu me sentisse só,
só e desesperado diante dos horizontes que se fechavam,
gritei alto, bem alto: ó doce e incorruptível Aurora!
e vi logo que só as estrelas é que me entenderiam.
Era preciso esperar que o próprio passado desaparecesse,
ou então voltar à infância.
Onde, entretanto, quem me dissesse
ao coração trêmulo:
- É por aqui!

Onde, entretanto, quem me disesse
ao espírito cego:
- Renasceste: liberta-te!

Se eu estava só, só e desesperado,
por que gritar tão alto?
Por que não dizer baixinho, como quem reza:
- Ó doce e incorruptível Aurora...
se só as estrelas é que me entenderiam?

Emílio Moura



Emílio Guimarães Moura (14 de agosto de 1902Dores do Indaiá28 de setembro de 1971Belo Horizonte) foi um poetamodernista, integrante do grupo de modernistas mineiros que ajudaram a revolucionar a literatura brasileira na década de 1920. Foi redator de cadernos literários dos periódicos Diário de Minas, Estado de Minas e A Tribuna de Minas Gerais. Moura foi também professor universit…

SE FOSSES ...

Se fosses luz serias a mais bela De quantas há no mundo: – a luz do dia! – Bendito seja o teu sorriso Que desata a inspiração Da minha fantasia! Se fosses flor serias o perfume Concentrado e divino que perturba O sentir de quem nasce para amar! – Se desejo o teu corpo é porque tenho Dentro de mim A sede e a vibração de te beijar! Se fosses água – música da terra, Serias água pura e sempre calma! – Mas de tudo que possas ser na vida, Só quero, meu amor, que sejas alma!

António Botto
Foto de Aleksandr Krivickij