Sê suave no pisar...

Foto de Sergey Rizhkov



Tivesse eu os tecidos bordados dos céus,

Lavrados com a prata e o ouro da luz,

Os tecidos azuis e foscos e de breu

Que têm a noite, a luz e a meia-luz

Estenderia esses tecidos a teus pés:

Mas eu, porque sou pobre, apenas tenho sonhos;

São os meus sonhos que eu estendi a teus pés;

Sê suave no pisar, que pisas os meus sonhos.



YEATS


"William Butler Yeats nasceu em 13 de junho de 1865, em Dublin, Irlanda, onde se desenvolveu em um meio culto e criativo. Poeta e autor teatral, Prêmio Nobel (1923) de Literatura. Foi o representante máximo do Renascimento irlandês e um dos escritores mais destacados do século XX.Faleceu em 1939"

Comentários

Gi disse…
Pura e simplesmente fantástico.
Adoro yeats e é tão difícil encontrar alguma coisa traduzida. tenho um livro encomendado na Fnac vai para 2 meses ... aguando (im)pacientemente por ele. Este poema levantou só um pouco o véu. Conheço-o no original , não perde na tradução :)

Um beijinho

Já reabri o blogue faz tempo para toda a gente, podes espreitar quando quiseres.

Obrigada
MARIA disse…
LUMIFE:
É extraordinário em beleza e delicadeza este poema.
Um beijinho
Maria
Olhos de mel disse…
Perfeito! Que seria de nós se não fossem os sonhos? Eles nos ajudam a levar a vida no desejo de realizá-los. Também contei um sonho por lá.
Beijos
Lisa disse…
Olá Lu...

Nossa Lu...que lindo poema...e a imagem combina demais com a delicadeza do poema...

Linda mesmo o teu post...

PS: Serei suave com certeza...rsrs...

Lindo dia e um maravilhoso final de semana pra ti com ternura...

Beijosss...
Papoila disse…
Lindo este poema...

E como é importante sermos ricos em sonhos....
O nosso Poeta diz "... O sonho comanda a vida..."

Beijos
BF
MARIA disse…
Não resisti. Reli já várias vezes o poema.
É belíssimo mesmo.
Como é que alguém pode lembrar-se de ir buscar aos céus , tecidos bordados ?
Para depois os estender aos pés de quem ama.
É extraordinário.
Tivera eu tal arte e subscreveria integralmente todas as palavras do poeta.
Este espaço Lumife, vai buscar aos céus uma divina magia que me encanta.
Um beijinho
Maria
Lumife, linda postagem muito bem conseguida.
Parabéns,

Muitos beijinhos,

Fernandinha
Como sempre... Uma maravilha visitar o teu espaço!

Onde reina a sensibilidade e o bom gosto!

Abraço amigo da

Maria
Sindarin disse…
Olá Lumife! Este poema é magnífico tanto em beleza como em forma. São almas iluminadas que sentem e escrevem assim. Muito obrigado pelas visitas e pelo carinho. Mil beijinhos amigos.

Mensagens populares deste blogue

ACORDANDO

ALDA GUERREIRO

ANRIQUE PAÇO D'ARCOS - UM POETA PORTUGUÊS...