domingo, novembro 25, 2007

25 de NOVEMBRO: DIA MUNDIAL CONTRA A VIOLÊNCIA DOMÉSTICA





Em Portugal foram registados em 2006, segundo a UMAR, 20.595 situações de violência doméstica. Entre as agressões, incluem-se 39 casos de homicídio e outras 43 tentativas.No entanto, estes números não revelam toda a realidade: muitos casos não são participados.




Para MEDITAR

e AGIR




Alertas
(se fores vítima...se fores testemunha)
Não ter medo de denunciar!!

Ligar em caso de urgência 800202148.

Apresentar queixa às autoridades competentes.

Pedir apoio à APAV- Associação de Apoio à Vítima
Telef. 707200077 -
Podes também enviar um email: apav.sede@apav.pt





As imagens apresentadas são trabalhos da nossa companheira e amiga da blogosfera ISABEL FILIPE,propositadamente feitos para esta data em anos anteriores.
Visitem o blog ART & DESIGN DE ISABEL FILIPE e admirem também o post de hoje.



7 comentários:

Isabel-F. disse...

Olha que surpresa eu aqui vim encontrar ...
gostei muito amigo Lumife ...

isto significa que nos conhecemos desde 2005 ... e que te lembravas dos meus trabalhos ...

obrigada cá do fundo do meu coração ... a tua atitude sensibilizou-me bastante.

beijinhos e um bom domingo

RCataluna disse...

Post bem oportuno!

Abraço e bom domingo!

Jofre Alves disse...

Sendo este 25 de Novembro de grande importância, preferi assinalar o outro, o do Verão Quente de 1975. Mas este teu artigo é bem oportuno de grande valia. Boa semana

São disse...

GRATÍSSIMA PELO APOIO Á CAMPANHA QUE LANCEI CONTRA A VIOLÊNCIA DE GÉNERO!
Abraço.

Teresa David disse...

Este é um problema que se tem de denunciar bem alto, felizmente que agora terceiros já o podem fazer, pois sei bem por experência própria o horror que é. Parabens pela solidariedade com as mulheres.
Bjs
TD

Olhos de mel disse...

É meu amigo, por aqui as estatísticas são alarmantes. Casos que fazem dó! Pena que o mundo está cada vez pior em violência.
Belo post!
Que sua semana seja de realizações!
Beijos

Fuser disse...

Lu


lamentavelmente essa violência ainda persiste, e ainda permanece, no mais das vezes, silenciosa. a força bruta de um homem ainda é causa de terror a grande maioria das mulheres que ficam em silêncio.
o lado assombroso de alguns homens, ainda fica impune. e isso em qualquer nível social.
Bom registro fazes aqui.


abraços

Fuser