Tarde...


Foto de Dimitar Dimitrov


Partiste no explendor da mocidade,
E esperei que voltasses novamente.
Escrevias dizendo: _Brevemente..._,
E esperei uma longa eternidade.

Anos depois tu voltas, finalmente;
E a mim mesmo pergunto se é verdade.
Porque sinto mais viva esta saudade
Do que no tempo em que estiveste ausente

Em vez d'essa alegria tão sonhada,
Olhámo-nos, os dois, sem dizer nada.
E cada qual de nós ficou mais triste.

Adivinhaste... e eu adivinhei:
Perguntas-me, talvez: _Porque voltei?_
E eu só te sei dizer: _Porque partiste?


Espínola de Mendonça ( 1891-1944 )

Comentários

http://templodogiraldo.blogspot.com/

passem por aqui e comentem.saudações
Muito belo este Soneto, muito belo mesmo!
É bem verdade que por vezes os encontros, trazem dentro de si a tristeza do desencontro anterior, que já não tem conserto!
Faço votos que na sua vida, qualquer desencontro tenha sempre a possibilidade da reparação.

Bj

Maria Mamede
MARIA disse…
Lumife ...

Lindo, muito lindo : o soneto e o fado.
Estará traçado ?
Charlie disse…
Partimos de nós mesmos e deixamo-nos algures no tempo no nosso esplendor da mocidade. E há uma ilusão de espera e de regresso efêmero que é tão eterna quando é alguém nos a leva. Mesmo que volte não é já ela que volta mas a saudade que fica mais forte.
Mais uma excelente escolha, amigo Lumife.
Paula Raposo disse…
Quanta verdade encerram estas palavras! Uma foto bem escolhida. Beijos.
Olhos de mel disse…
Oie lindinho! Belo poema! O amor é assim, sem muitas explicações. Bela foto!
Beijos
Anónimo disse…
Pode não ter nada a ver com o assunto aqui tratado, mas porque a cultura é um “bem” importantíssimo a defender, convido-vos a participarem nos VI Jogos Florais de Avis, que já são uma referência no panorama cultural português. Sendo uma iniciativa da Amigos do Concelho de Aviz-Associação Cultural, o regulamento está disponível em www.aca.com.sapo.pt
Concorram e boa sorte.
Saudações culturais.
P’la ACA,
Fernando Máximo!
Gi disse…
Desconhecia completamente. Muito bela a tua escolha. Um beijo
Peter disse…
Vi a menina, li os versos e agradeço os pps.

Bom fds
Paulo Vilmar disse…
oi!
A dor de buscar em alguém o que ficou no passado...
Lindo!
Beijos...
Lisa disse…
Oiiiii...

Vim docemente desejar a ti um ótimo e maravilhoso final de semana...

PS: Te Amo Adoro vc!!!! rsrsrs...

Beijossss...
Manuela disse…
Muito Bom! Excelente. Nota Máxima. Adorei! Bom Ano! Bom Fim De Semana!
Manuel@
Um Momento disse…
Bem...
Amei !!
Na partida ás vezes nem tudo regressa...perde-se algo no caminho...
Boa escolha , muito boa!


Beijo... em ti

(*)
Brancamar disse…
Estava à procura das palavras certas e ao ler "um momento" tenho que fazer minhas as palavras dela.
Desculpa "momento" mas disseste tudo.
Só acrescento que na chegada fica ainda mais saudade do que se perdeu, como aliás diz o poeta quando fala de uma saudade mais viva.
Beijinho

Mensagens populares deste blogue

ACORDANDO

ALDA GUERREIRO

ANRIQUE PAÇO D'ARCOS - UM POETA PORTUGUÊS...