segunda-feira, março 10, 2008

Madrigal Melancólica

Alda Gomes-Olhares



Dedicado aos Amigos/as Brasileiros que gentilmente me visitam.


O que eu adoro em ti
Não é sua beleza
A beleza é em nós que existe
A beleza é um conceito
E a beleza é triste
Não é triste em si
Mas pelo que há nela
De fragilidade e incerteza

O que eu adoro em ti
Não é a tua inteligência
Mas é o espírito sutil
Tão ágil e tão luminoso
Ave solta no céu matinal da montanha
Nem é tua ciência
Do coração dos homens e das coisas

O que eu adoro em ti
Não é a tua graça musical
Sucessiva e renovada a cada momento
Graça aérea como teu próprio momento
Graça que perturba e que satisfaz

O que eu adoro em ti
Não é a mãe que já perdi
E nem meu pai
O que eu adoro em tua natureza
Não é o profundo instinto matinal
Em teu flanco aberto como uma ferida
Nem a tua pureza. Nem a tua impureza
O que adoro em ti lastima-me e consola-me
O que eu adoro em ti é A VIDA !!!



Manoel Bandeira

22 comentários:

Isabel-F. disse...

é maravilhoso este poema ...

acho que nunca o tinha lido antes ...


beijos e boa semana

Lisa disse...

Oiiii mocim querido...

Obrigada pela linda poesia...
Um beijo enorme pra vc!!

Linda semana com ternura...

Te cuida...

Beijokiss

Brancamar disse...

Maravilhoso poema!
Desde que encontrei pela blogosfera amigos como tu que fazem escolhas destas, tenho vivido momentos de pura emoção poética e tenho renovado os meus conhecimentos de poesia.
Beijinho

Divinius disse...

Gostei de ler:)
A LUZ QUE TE DEIXO É DA COR DA MINHA VIDA:)

Roberto Mauro disse...

parabens pelo seu blog. E principalmente obrigado, pelo seu blog.É como um presente que voce nos dá.

SILÊNCIO CULPADO disse...

Um poema lindissímo. Um poema transbordante de ternura e sensibilidade. Um apelo à vida.

Um abraço

Vieira Calado disse...

Uma bela homenagem aos nossos amigos brasileiros.
Também tenho apreciado toda a informação que me tem enviado.
Tenho-a reenviado a alguns amigos.
Para que fiquem a saber.
Um abraço

Odele Souza disse...

Obrigada pela visita e comentário ao blog de minha filha Flavia. Obrigada também pelo link.

Gostei muito de teu blog. Música e poema. Ambos lindos.

Um abraço.

Paula Raposo disse...

Ainda bem que voltaste. Este poema é maravilhoso. Obrigada pela partilha. Beijos.

Marta disse...

Olá, não conheci o poeta..
O poema é um hino à vida...
Obrigada pela partilha..
Obrigada pela visita ao meu blog e o comentário que deixou na Poesia Portuguesa sobre o meu poema...
Até já
Beijos e abraços
Marta

peciscas disse...

Excelente, como sempre este Manoel Bandeira que eu aprendi a apreciar, desde a minha meninice.

RCataluna disse...

Fico muito satisfeito com o seu regresso!

Muitas felicidades!!

Um Momento disse...

Muito Belo,sopro eu um beijo também aos amigos brasileiros:)
Sou Portuguesa mas assimilei cada uma das letrinhas:)))

Beijo sorrindo-te

(*)

jocasipe disse...

Lindissimo poema!
Abraço.

Ecos... disse...

Belíssima a tua escolha dos poetas que partilhas connosco...

Seres como tu... é que dignificam a poesia!

Obrigada meu querido amigo Lumife!

Beijos.

Maria.

Brancamar disse...

Vim só dizer-te olá e agradecer as tuas bonitas mensagens.
Beijinhos

Poemas de amor e dor disse...

Boa noite e fico feliz por não teres desistido.
Conheço parte da obra de Manuel Bandeira, poeta que admiro bastante e que já editei um poema seu.
Não sabes, porém quero dizer-te que já estive em trabalhos arqueológicos em Avis e se a Parkinson deixar e a CGA não me retirar muito à aposentação voltarei para trabalhar com os meus amigos arqueólogos.
Conheço o arqueólogo Fernando Rodrigues ferreira desde os 14 anos. Pratiquei arqueologia desde essa idade e, a par da poesia, são as minhas grandes paixões.
Tenho notícias que o Dr. Fernando Rodrigues Ferreira descobriu, em ALMOFADINHA, junto a Barrancos, um santuário dedicado a Astater e a Baal,,,,,e se assim for é a primeira vez que isto aparece na Península Ibérica. Só tenho pena de estar em viagem, pois na Páscoa, no equinócio vão fazer medições e passar por uma experiência única.
Finalmente quero agradecer o lindo pps que me remeteste, dizer-te que o blog está lindo e irei programar uma visita a Barrancos onde o meu amigo Arqueólogo Fernando Ferreira tem trabalhado. Visitem Barrancos e o seu museu.
Um abraço a todo o Alentejo.
Rogério Martins Simões

JOSÉ FARIA disse...

Pois: Avida e todos os condimentos que lhe dão a razão de ser e a preenche graciosamente.
Gostei de por cá ter passado e vos ler.
Parabéns!

Betty Branco Martins disse...

querido____________Lumife




lindo______o teu gesto


o poema é maravilhoso_______parabéns ao_______Manoel Bandeira





um grande beijo

a todos os nossos amigos
Brasileiros que nos visitam:))

Olhos de mel disse...

Oie lindo! Obrigada viu? Com certeza a escolha do poema foi perfeita! Com certeza, a vida não é exatamente vivêr, mas saber vivê-la.
Boa semana! Fique com Deus!
Beijos

Miminho do bebé disse...

Olá
boa noite,foi grande a surpresa!!
não sei se é por ser minha irmã, mas acho a voz dela linda.

mais uma vez obrigado

beijinhos grandes

"no site que me deu não consigo encontar os fados!"

lua prateada disse...

LINDO !....mesmo muito lindo.
Que teu fim de semana seja leve, suave...como as estrelas cadentes,
nunca se machucam quando caem...
Beijinho prateado com carinho
SOL