sábado, outubro 11, 2008

Luis de Camões

Pintor Adophe-William Bouguereau



Quem pudera julgar de vós, Senhora,

que com tal fé podia perder-vos,

e vir eu por amor a aborrecer-vos?

Que hei-de fazer sem vós somente uma hora?



Deixaste quem vos ama e vos adora;

tomastes quem quiçá não sabe ver-vos.

Eu fui o que não soube merecer-vos

e tudo entendo e choro, triste, agora.



Nunca soube entender vossa vontade

nem a minha mostrar-vos verdadeira,

ainda que está tão clara esta verdade.



Em mim viverá ela sempre inteira;

e, se para perder já a vida é tarde,

a morte não fará que vos não queira.



Transparências do Pintor Abreu Pessegueiro



Busque Amor novas artes, novo engenho

para matar-me, e novas esquivanças;

que não pode tirar-me as esperanças,

que mal me tirará o que eu não tenho.



Olhai de que esperanças me mantenho!

Vede que perigosas seguranças!

Que não temo contrastes nem mudanças,

andando em bravo mar, perdido o lenho.



Mas, conquanto não pode haver desgosto

onde esperança falta, lá me esconde

Amor um mal, que mata e não se vê.



Que dias há que na alma me tem posto

um não sei quê, que nasce não sei onde,

vem não sei como, e dói não sei porquê.



O beijo da pintora Maria Helena Pais de Abreu





Correm turvas as águas deste rio,

que as do Céu e as do monte as enturbaram;

os campos florecidos se secaram,

intratável se fez o vale, e frio.



Passou o verão, passou o ardente estio,

umas coisas por outras se trocaram;

os fementidos Fados já deixaram

do mundo o regimento, ou desvario.



Tem o tempo sua ordem já sabida;

o mundo, não; mas anda tão confuso,

que parece que dele Deus se esquece.



Casos, opiniões, natura e uso

fazem que nos pareça desta vida

que não há nela mais que o que parece.


18 comentários:

mfc disse...

A eternidade é apanágio dos génios.

FERNANDA & POEMAS disse...

Olá querido Lumife, belíssimos Sonetos de Camões, o nosso eterno poeta... Bom fim de semana!
Fernandinha

peciscas disse...

Infelizmente, a faceta lírica do Camões é a menos conhecida.

ASPÁSIA disse...

CARO LUMIFE

É SEMPRE BOM LEMBRAR O NOSSO GRANDE VATE LUSITANO, POIS DELE TANTO ESTÁ ESQUECIDO, FORA "OS LUSÍADAS".
3 SONETOS POUCO CONHECIDOS E QUE GRANDES VERDADES E CONHECIMENTO DOS HUMANOS SENTIMENTOS, ELES NOS TRANSMITEM... E DE MANEIRA TÃO BELA O FAZEM.

UM BOM DOMINGO!

Chinha disse...

Simplesmente belo, envolvente.

Adorei
As telas fabulosas

bjinho

Paula Raposo disse...

Gostei de reler este sonetos de Camões com as lindíssimas pinturas que escolheste! Belíssimo. Beijos.

sagher disse...

longa vida à poesia

Sophiamar disse...

Fantásticas imagens! Que dizer dos sonetos? Camões é e será sempre Camões.

Excelente!

Continua a dar voz aos poetas!

Bem hajas!

Beijinhos

Maria Tarot disse...

Adoro Camoes... gostei muito deste espaço. Vou voltar.

António disse...

Muito obrigado pelo apoio!

Grande abraço

gotadevidro disse...

Fico sempre envolvida com poemas de Camões.

Belissimo

Boa semana

um beijo

Lisa disse...

Oláaa Luís...

Lindo Soneto de Camões...

PS:Obrigada...outro pra vc am....izade...rsrs...

Lindo inicio de semana regada de sucesso...saúde e amor pra ti...

Jinhusss...

Beatriz disse...

As telas são belíssimas, escolhidas com o esmero da tua sensibilidade. Os sonetos de Camões, ah, meu amigo, nada a dizer, muito a sentir.

Grata pelo carinho da visita, sempre bom ver teus passos marcando meu cantinho.

Que te chegue uma semana onde o cantar dos pássaros pela manhã enfeite teu sonhar durante todo o dia.

Um beijo nesse coração do tamanho do mundo, desta amiga aqui do outro lado do oceano.

TMara disse...

meu "crido" amigo-quase-parente.
Obrigada por esta leitura sempre tão boa certo sendo k: "...Passou o verão, passou o ardente estio,/
umas coisas por outras se trocaram(...)"
Bjs
Boa semana
Luz e paz contigo

jorge vicente disse...

o nosso maior poeta...

um abraço
jorge

Olhos de mel disse...

Oie lindinho! Camões dispensa quaisquer comentários, viu? Parabéns pela escolha dos sonetos...
Bom fim de semana!
Beijos

pin gente disse...

gosto muitíssimo de luís de camões... belo espaço de voz para os poetas.

abraço
luísa

naturline disse...

Que lindo teu blog Adar com um texto maravilhoso. muito boas, mo' gostou muito, da mesma maneira que o blog, obrigado muito.