quinta-feira, abril 10, 2008

25 DE ABRIL, SEMPRE




Esta é a madrugada que eu esperava
0 dia inicial inteiro e limpo
Onde emergimos da noite e do silêncio
E livres habitamos a substância do tempo

[Sophia Mello Breyner]





Foto de Alfredo Cunha