sábado, julho 11, 2009

ALBANO NEVES E SOUSA - POETA E PINTOR - 1921 - 1995

1 comentário:

MARIA disse...

Lindo!!!
Obrigada pela partiilha.
Muitas vezes me dizem que em mim deve correr un fiozinho de sangue negro.
Não sei, mas é verdade que estes sons produzem em mim uma vibração especialíssima.
Gosto da poesia, da música africana, das danças, da cultura...
Foi bom escutar. Muito agradável também relembrar o "Duo Ouro Negro".

Um beijinho

Maria

SONHO DOMADO

. Sei que é preciso sonhar.  . Campo sem orvalho, seca  A frente de quem não sonha. . Quem não sonha o azul do voo perde seu poder de pá...