sábado, julho 04, 2009

DOCE AMARGURA

1 comentário:

MARIA disse...

Belíssimo poema que fala de um sentimento de intensidade rara e como tal, igualmente bela.
O tal que todos gostaríamos de conhecer na nossa vida, uma vez, pelo menos com alguém.
Eu acredito que não possa fugir-se à força com que um sentimento como este pode prender uma alma.
Obrigada pela partilha.

Um beijinho de quem não parte daqui.