OS TEUS OLHOS PROCURAM-ME...




Os teus olhos procuram-me,
às vezes,
(ou sou eu que o desejo?)
tão distantes das mãos
que acariciam o papel branco
onde me derramo a pouco e pouco...

Mas os meus olhos
estão cansados de palavras,
os meus dedos presos
no limiar das sílabas,
a imaginar o corpo por trás do corpo
e o rosto por trás do rosto.

Devia ser tempo de morder amoras
junto aos teus lábios...


Cristina Pombinho, do livro "O Felino Anjo Branco"


Comentários

mariabesuga disse…
Linda escolha a deste "Felino Anjo Branco" da Cristina. Conheço a autora e tenho o livro e adorei encontrá-los aqui.

Beijinho meu.

Mensagens populares deste blogue

ACORDANDO

ALDA GUERREIRO

ANRIQUE PAÇO D'ARCOS - UM POETA PORTUGUÊS...