domingo, janeiro 29, 2012

DO DESENCONTRO






do desencontro

pela janela entreaberta
da infância
espio a vida
pelo lado de dentro
em busca dos sonhos
que não encontrei
nas noites que vivi
no lado de fora

ADEMIR ANTÓNIO BACCA

Foto da net

Sem comentários:

O RELÓGIO

O RELÓGIO Pára-me um tempo por dentro passa-me um tempo por fora. O tempo que foi constante no meu contra tempo estar pass...