sexta-feira, julho 14, 2017

SÚPLICA


Súplica

A provar que hei perdido a segurança
Desde, Senhora, que cheguei a ver-vos,
Ao juízo recusam-se-me os nervos,...
E sucede-me insólita mudança.

Tremo por mim, pesar que a linda e mansa
Face vossa me induza a vir dizer-vos
Esta infinita insânia de querer-vos
E na alma quanto sinto de esperança.

Apiedai-vos de mim, cuja loucura
Em toda parte só divisa abrolhos
Depois de ter o olhar de leve posto

Em vosso airoso talhe, em vossa alvura,
Nas duas noites que mostrais nos olhos,
Nas duas rosas que trazeis no rosto.

Aníbal Teófilo

Poeta Brasileiro

1873/1915


Foto SS STUDIO

1 comentário:

Branca disse...

Gostei muito de voltar a este blog. Sempre foste um grande incentivador da leitura de poesia e sempre nos trouxeste boa poesia. Foi um bom momento o que passei por aqui. Embora os meus horários andem difíceis vou tentar não me esquecer de voltar.
Beijos