quinta-feira, setembro 28, 2017

NAVEGO NOS SENTIRES



navego nos sentires,
em palavras escritas
semeadas com afectos.

.
navego no toque do prazer...
envolvida no olhar fugaz
sedento das marés do mar

.
navego nos sonhos
em encontros secretos,
nos murmúrios entre sussurros
ou nos sorrisos de um lábios ocultos

.
navego numa teia
confusa e disforme,
do lado de lá da janela interdita
sobre uma mágoa salgada.

.
navego fundida no desfrutar do silêncio
sem hora, onde sou cicuta sem segredos!

.
helena maltez

.

SONHO DOMADO

. Sei que é preciso sonhar.  . Campo sem orvalho, seca  A frente de quem não sonha. . Quem não sonha o azul do voo perde seu poder de pá...