sábado, novembro 04, 2017

FRESCO VERGEL ...



Fresco vergel que o vento
da madrugada enflora:

As mãos são como foices
que vão ceifando a aurora.


Disperso, o amor recorda
a vida toda.

RAUL DE CARVALHO.
In Poesia.

Desfolhando

Desfolhando  . Essa boca, pequena, e assim vermelha, que ao botão de uma rosa se assemelha, - quanta vez provocava os meus desejos...