domingo, abril 29, 2018

DOCE ILUSÃO



Doce ilusão que foges perseguida
Como gazela tímida e medrosa
Ou como nuvem pelo céu batida
Ao sopro de uma aragem silenciosa:

Levas contigo, ó pomba gloriosa !
A esvoaçar em busca de guarida,
O meu amor, a desmaiada rosa !
Levas contigo o coração e a vida.

E nunca mais, no exílio onde agonizo,
A melindrosa flor do teu sorriso
Há-de ostentar as pétalas vermelhas ...

Mas na estância feliz que eu não devasso
Encontrarás meus beijos, pelo espaço,
Em busca de teus lábios, como abelhas.

ANTÓNIO FEIJÓ

2 comentários:

Mar Arável disse...

Todas as flores se desfolham Até tu Rosa

Mar Arável disse...

Todas as flores se desfolham Até tu Rosa

O RELÓGIO

O RELÓGIO Pára-me um tempo por dentro passa-me um tempo por fora. O tempo que foi constante no meu contra tempo estar pass...