Avançar para o conteúdo principal
CLIQUE NAS FOTOS



A minha neta Carolina, aos 5 meses, enviando muitos beijinhos para todos os amigos e amigas.

De entre os diversos comentários que generosamente nos enviaram não podia deixar de publicar o poema que a Mily nos endereçou.
Sensibilizados agradeçemos a todos(as) as vossas palavras retribuindo com beijinhos da Carolina. Este poema é também para todas as crianças do Mundo.

*****
Ah, linda menina,
trazes na doce magia
do mundo da fantasia
esse sorriso tão lindo
que inunda o espaço de cores
realça brilho de estrelas
enche jardins de flores
e faz a água nascente
se criar em profusão
e faz com que dentro da gente
o riso fique a brincar
naquele cantinho mais lindo
que se tem no coração.

Ah, doçura de criança,
tens o dom de despertar
sorrisos e bem-querer
nas dobras de nossa alma
quando te vemos assim
tão terna, doce e tão calma
a brincar tão inocente
no olhar de um anjo contente
que veio ao mundo enfim
somente te proteger.

Ah, pequena Carolina,
Tu és um presente de Deus!

Nasceste para sorrir,
pra florir e pra cantar!

Vieste com outras crianças
trazendo no coração
aquela doce missão
do mundo iluminar!
*************






Comentários

Nilson Barcelli disse…
É tua filha?
É linda. Pai babado... Parabéns.
Abraço.
Isabel-F. disse…
Oi Lumife,

Mas como ela cresceu e como está linda ... que sorriso encantador ... Parabéns aos avós babados e aos pais tb...

Gostei muito.

Beijinhos
wind disse…
Olá Carolinaaaaaaaaaaaaaa:) Como estás bonita e que sorriso tão lindo:) Muitos beijinhos para ti e para a família *****
PS:Vai aparecendo de vez enquando, para dizeres como vais;)
TMara disse…
mas ela está um espanto!!!!!
Como cresceu desde Alvito.
Obrigada pleo carinho. Muitos parabéns aos pais e avós e um beijinho muito especial para esta simpática e doce menina de seu nome Carolina.
luz e paz em vosso caminhar (sempre) :)
paper life disse…
Como está crescida e alegre!

Fico feliz por vê-la.

Beijinhos e parabéns á familia.

Menina, Cresce feliz!

:)
lena disse…
olha a Carolina!

olá bebé linda e doce, que ternurinha, simpática e com um belo sorriso, um sorriso encantador, vou imaginar que por uns momentos a peguei ao colo

fiquei muito feliz por a ver, foi uma linda prenda que hoje recebi

parabéns aos papás, parabéns ao avô babadinho, eu estou-te a ver mesmo babadinho Lumife,

beijinhos muitos para ti, obrigada por partilhares aqui este belo momento

abraço-te com carinho

mil e um beijinhos à Carolina

lena
Mocho Falante disse…
é linnnda!!!!!

Adorei o sorriso

Beijos à neta abraços ao avô babado
Bastet disse…
:) hum... que saudades! E o cheirinho dos bebés? Não há nada mais doce! Parabéns é lindaaaaa!!!
a sua vizinha disse…
Ó vizinho, não demorei nada a vir até cá e fiquei enternecida com a sua netinha! Que linda criança! Parabéns aos pais e avós e para todos vai um grande e sincero abraço da Diólinda.
azoriana disse…
Que linda menina, a predilecta! Aceito a saudação de mil amores, Seus beijinhos são como as flores...
Oh! Que menina tão bela... É tua neta!

Beijinhos
Rosa Maria
Mily disse…
Lumife, amigo querido, hoje minha conversa é com a Carolina... dá licença?

*****
Ah, linda menina,
trazes na doce magia
do mundo da fantasia
esse sorriso tão lindo
que inunda o espaço de cores
realça brilho de estrelas
enche jardins de flores
e faz a água nascente
se criar em profusão
e faz com que dentro da gente
o riso fique a brincar
naquele cantinho mais lindo
que se tem no coração.

Ah, doçura de criança,
tens o dom de despertar
sorrisos e bem-querer
nas dobras de nossa alma
quando te vemos assim
tão terna, doce e tão calma
a brincar tão inocente
no olhar de um anjo contente
que veio ao mundo enfim
somente te proteger.

Ah, pequena Carolina,
Tu és um presente de Deus!

Nasceste para sorrir,
pra florir e pra cantar!

Vieste com outras crianças
trazendo no coração
aquela doce missão
do mundo iluminar!
*************

Obrigada, amigo!
Deixo abraços aos avós "corujas", parabéns aos orgulhosos pais, e milhares de beijinhos enternecidos de amor para a pequena Carolina, na certeza de que, ao completar um aninho, o mundo já será um lugar um pouquinho melhor de se viver, porque até lá ela já terá espalhado milhares de abençoados sorrisos na amplidão azul.
Ludinais disse…
"Olha que coisa mais linda, mais cheia de graça..." Autêntica melodia esta menina! Beijos mil para ela e toda a família, principalmente para os avós babados... e com razão!!!
Sulista disse…
O Avô tem razão paea estar todo babado...a CArolina é linda e meiga :-)

Parabêns à família e muitos beijinhos tambem para a Carolina!
Caracolinha disse…
Pois e que melhor saudação poderia eu querer do que esta ????

A Carolina está cada vez mais bonita ... muitos PARABÉNS a todos vocês que devem estar todos orgulhosos ... motivos para isso não faltam !!!!

Beijocas a toda a família e uma beijoca encaracoladamente especial para a Carolina da "tia" caracolinha !!!! :))))
Lisa disse…
Oi Luís...

Nossa como ela tá grandinha! És uma linda ninina super encantadora.
Ahhh quero ficar deitadinha do lado dela apreciando esse sorriso lindo.
Que sorte a tua vozito babão!! rsrsrs...

PS:- Que poema linda que a Mily dedicou a Carolzinha...e divinha...copiei pra mim...posso né?! ;))

Beijos ternos aos dois...
Amigo,
Somos uns avós babosos. Que felicidade poderem crescer em Liberdade e isso pelo menos conseguimos. Desejo muita felicidade para a Carolina, para os pais da Carolina e para toda a família. Olhando para o lado vejo este teu magnífico gesto de solidariedade para com a família do desaparecido Rui Pedro E volta de novo a minha amargura para com esta sociedade violenta, para com aqueles que tocam com os dedos envenenados nas crianças e nos idosos. A sociedade que tanto imaginávamos saída de Abril teima em aparecer. Por isso camarada a nossa luta pela vida irá continuar. Vou parar por aqui neste meu ressurgimento. Mando um poema antigo dedicado às crianças que não o foram.

Aquela criança loira
Tinha um cão,
Cor de cinza,
Que a ternura lhe dera.
E no rostito chorão,
Havia bocados limpos,
Desenhados
Pela língua do cão.
E eram beijos,
Mil vezes dados,
Sem favor,
Pelo lambão.

E o menino jogava
A bola de meia
Para longe.
O cão ia e regressava,
Mordiscando na peúga.
E ia atrás do cão
E iam atrás do osso
E ficavam atrás do pão.

FILHO DA CALÇADA

Eu vi
O filho da calçada
Sorrindo de anjo
Com os cabelos sujos
Da cor do barro.

E o barro
Era a cor do anjo do céu
O sujo é o amor
Da gente que passa
Coberta de véu.

E havia estradas
No rosto
Das lágrimas
Deitadas.
E havia candura
No lado oposto
Dos cabelos
Cortado à pedrada.

E as pedras
Eram tábuas
E os cabelos
A almofada.
E o cão a companhia
Ao filho da calçada.

Eu vi
O filho da calçada
Sorrindo de anjo
Com os cabelos sujos
Da cor do barro.
29/1/1975
Rogério Martins Simões
Parabéns!
Sempre é verdade que ser avô tem uma intensidade maior que a paternidade?

Um abraço!
augusto disse…
O avô normalmente dá ao neto o que os filhos nem sempre tiveram.
Carolina vai ser uma menina feliz e um dia minha neta será, pois que o Tiago cá a esperará.
Para já, ao vê-la chamou-lhe de bebé. Mais tarde... sabe-se lá, de mulher?

Muito bonita. Cá o rapaz faz no dia 24 deste mês um ano e meio. Ainda tem muito que esperar.
Beijinhos à Carolina e Abraço aos orgulhosos pais e ao babado do avô.
della-porther disse…
O sorriso de Carol, encantou meu dia hoje. Dê um beijo bem gostoso nela. Um beijão pra você.
Emília Couto
Kalinka disse…
LUMIFE:
Mas que bela surpresa...que linda que ela está! é uma simpatia...
Deliciosa CAROLINA.
Adoro crianças e apetece-me agarrar nessas pernocas gorduchinhas e dar muitos beijinhos, que saudades que tenho da minha neta, quando era mais bébé. Tudo muda, agora já não consigo tê-la comigo para dormir uma sesta, adorava tê-la em meus braços, aconchegada. Enfim...

Por vezes, dava comigo a pensar que não era justo estar mais apaixonada pela minha neta do que pelo meu filho, mas acabo por perceber que é unânime..os avós têm um amor diferente e especial, não tem comparação!!!

Beijinhos à Carolina e Abraço aos orgulhosos pais e ao babado do avô.
Mily disse…
Recebi alguns e-mails fazendo referência à homenagem que a mim estava sendo prestada pelo avô “babado”, publicando a poesia que eu deixara no comentário da pequena Carolina.

Emocionei-me, confesso!

Considero um "obrigada" muito pouco para expressar o que senti com gesto de tanta deferência.

Mas sabendo que não existe no nosso dicionário nenhuma outra palavra que traduza a emoção sentida, deixo aqui mimosas e coloridas flores, que junto de douradas estrelas estão a formar um lindo ramalhete, atado com fios retirados do arco-íris.

Ele dirá de minha emoção e agradecimento!
Teresa David disse…
Ela sorrio para mim. E tenho uma foto dos seus olhos generosamente grande. Bem hajam os pais e os lindos avós que tem.
Beijinhos para todos
Teresa David
Isabel-F. disse…
Que belissimo poema... adorei...

parabéns à autora ...

beijinhos
mar disse…
É lindaaaaaaaaaaaaaaaa a tua neta :)
Beijinhos para ela e para o avô babado
adesenhar disse…
bela e fofinha a Carolina.

Um avô babadinho e com razão.

Abraço lumife
segurademim disse…
... tá tão crescida! que linda!!!!!

tudo de bom para ela e para ti

beijo
tecum disse…
... com este sorriso na alma, o meu dia só pode correr muito bem!

miminho para a Carolina

obrigada, amigo. muito obrigada

Mensagens populares deste blogue

Cantiga para não morrer de Ferreira Gullar

Quando você for se embora,
moça branca como a neve,
me leve. 
.
Se acaso você não possa
me carregar pela mão,
menina branca de neve,
me leve no coração.
.
Se no coração não possa
por acaso me levar,
moça de sonho e de neve,
me leve no seu lembrar.
.
E se aí também não possa
por tanta coisa que leve
já viva em seu pensamento,
menina branca de neve,
me leve no esquecimento.
.
Ferreira Gullar

Como a noite descesse...

Como a noite descesse e eu me sentisse só,
só e desesperado diante dos horizontes que se fechavam,
gritei alto, bem alto: ó doce e incorruptível Aurora!
e vi logo que só as estrelas é que me entenderiam.
Era preciso esperar que o próprio passado desaparecesse,
ou então voltar à infância.
Onde, entretanto, quem me dissesse
ao coração trêmulo:
- É por aqui!

Onde, entretanto, quem me disesse
ao espírito cego:
- Renasceste: liberta-te!

Se eu estava só, só e desesperado,
por que gritar tão alto?
Por que não dizer baixinho, como quem reza:
- Ó doce e incorruptível Aurora...
se só as estrelas é que me entenderiam?

Emílio Moura



Emílio Guimarães Moura (14 de agosto de 1902Dores do Indaiá28 de setembro de 1971Belo Horizonte) foi um poetamodernista, integrante do grupo de modernistas mineiros que ajudaram a revolucionar a literatura brasileira na década de 1920. Foi redator de cadernos literários dos periódicos Diário de Minas, Estado de Minas e A Tribuna de Minas Gerais. Moura foi também professor universit…

SE FOSSES ...

Se fosses luz serias a mais bela De quantas há no mundo: – a luz do dia! – Bendito seja o teu sorriso Que desata a inspiração Da minha fantasia! Se fosses flor serias o perfume Concentrado e divino que perturba O sentir de quem nasce para amar! – Se desejo o teu corpo é porque tenho Dentro de mim A sede e a vibração de te beijar! Se fosses água – música da terra, Serias água pura e sempre calma! – Mas de tudo que possas ser na vida, Só quero, meu amor, que sejas alma!

António Botto
Foto de Aleksandr Krivickij