sexta-feira, maio 19, 2006

Foto de Paulo Custódio-Olhares



Eu sei e você sabe
Já que a vida quis assim
Que nada nesse mundo levará você de mim
Eu sei e você sabe
Que a distância não existe
Que todo grande amor
Só é bem grande se for triste
Por isso meu amor
Não tenha medo de sofrer
Que todos os caminhos
Me encaminham a você.

Assim como o Oceano, só é belo com o luar
Assim como a Canção, só tem razão se se cantar
Assim como uma nuvem, só acontece se chover
Assim como o poeta, só é bem grande se sofrer
Assim como viver sem ter amor, não é viver
Não há você sem mim
E eu não existo sem você!


(Vinicius de Moraes)

6 comentários:

Kalinka disse...

Ah...a 1ª pessoa a comentar!
Hummm, é assim que eu gosto, de andar a espreitar alguns cantinhos e encontrar tanto romantismo, tanto amor...
Será sinal de que o Mundo anda a necessitar que se fale de Amor, para que este sentimento não ande esquecido da maioria das pessoas?
Será um alerta?
Não sei encontrar uma resposta, mas aqui o meu Amigo lá saberá porque anda tão romântico...

Gosto imenso de Vinícius, mas encontrei aqui uma frase que me põe a pensar:

Que todo grande amor
Só é bem grande se for triste!!!

Não consigo concordar, mas, enfim.

Beijokas.

batista filho disse...

Só hoje passei por cá. Inclusive deixei comentário sobre o teu poema, publicado um pouco abaixo. Assisti ao vídeo, ouvi e vi meu caro amigo num evento de grande significação para quem ama a sua terra, a sua gente e a poesia. Parabéns, meu amigo-irmão!
Deixo o meu abraço fraterno.

TMara disse...

Viniciu, um dos maiores poetas do maor e das mulheres. Sempre bela e boa poesia.Bom f.s amigos

meialua disse...

Vinicius será sempre Vinicius...
Amei a foto.
Beijos e bom fim de semana*

TMara disse...

amigo, vinha dizer-te k nos não esquecemos, mas tivemso pessoas em casa e ontem não deu e deparo-me com esta maravilhoso poema. Pessoalmente tirava o "eu".De resto acho-o perfeito e belo. Do resto diremos ambos. Bom fs para toda a família e beijos fraternos e amigos. Bjinhos para a linda e doce Carolina

Manel do Montado disse...

Alternativa difícil esta de escolher Brel ou Zeca para ouvir. Então ouvi as duas,cada uma com a sua mensagem de sentimentos reais, fortes e abrangentes. O que aqui se lê, seja teu ou de outrso, é bom, porra, apazigua a alma.
Um dia teremos de trocar umas palavras com um putisco e um caco de tinto de permeio.
Um abraço