segunda-feira, maio 22, 2006

Debruçado na janela...

Foto de Vasil Vasilev-photo net


Debruçado na janela
Olho o céu, o sol e a lua, o passado e o presente.
Seguem-me aqueles olhos, aquela boca, aquele sorriso.
Adormeço com esse rosto, companheira dos meus sonhos.


(Lumife-22-05-06)







Longe de ti são ermos os caminhos,
Longe de ti não há luar nem rosas,
Longe de ti há noites silenciosas,
Há dias sem calor, beirais sem ninhos!

Meus olhos são dois velhos pobrezinhos
Perdidos pelas noites invernosas...
Abertos, sonham mãos cariciosas,
Tuas mãos doces, plenas de carinhos!

Os dias são Outonos: choram... choram...
Há crisântemos roxos que descoram...
Há murmúrios dolentes de segredos...

Invoco o nosso sonho! Estendo os braços!
E ele é, ó meu Amor, pelos espaços,
Fumo leve que foge entre os meus dedos!...

(Florbela Espanca)

10 comentários:

wind disse...

Adorei o teu poema. Tão meiguimho e querido:)Florbela Espanca não se comenta;) As imagens que escolheste são bonitas. beijos

lena disse...

o teu poema é lindo,
escreves muito bem, consegues envolver os sentimentos e emoções que sentes

Florbela é Florbela e como bem diz a
wind não se comenta

a ti as minhas desculpas, por não ter sido muito assídua a comentar, continuo a ler o teu blog, é uma das minhas visitas assíduas e chegar aqui e dizer-te que estive presente , não me basta,
tenho andado muito devagar por motivos de saúde, mas a seu tempo tudo se vai compor, pensei mesmo que não conseguia voltar, mas lentamente vou voltando felizmente

a Catarina deve estar grande e linda o meu beijinho especial para ela

para ti deixo-te um poema de Florbela com o meu carinho querido amigo:




Eu tenho pena da Lua!
Tanta pena, coitadinha
Quando tão branca, na rua
A vejo chorar sozinha!..

As rosas nas alamedas,
E os lilases cor da neve
Confidenciam de leve
E lembram arfar de seda

Só a triste, coitadinha...
Tão triste na minha rua
Lá anda a chorar sozinha .

Eu chego então à janela:
E fico a olhar para a lua...
E fico a chorar com ela!


Florbela Espanca


beijinhos para ti e um abraço meu onde vai todo o carinho que sinto por ti

lena

Mily disse...

Fico feliz quando aqui chego e deparo com alguma coisa tua registrada, mesmo ao lado de outra postagem. Hoje nos presenteaste com belos versos teus e o soneto da Florbela Espanca.

Dois mimos para nos enternecer o coração!

Também uma linda foto e uma imagem belíssima de uma rosa, encantando o olhar e perfumando a alma.

Agradeço a referência que fizeste no meu blog sobre o Betinho e a Aninha... são meus tios!

Apesar de nos falarmos todos os dias por telefone, de trocarmos e-mails, e de estarmos ao alcance um do outro em apenas 40 minutos de viagem, eles ainda me mandam recados via/blog. Adoro aqueles dois! São seres humanos de primeira grandeza! Quando não vou para a casa de campo passar o fim de semana com eles, ficam assim, mandando recadinhos... rss.

Meu amigo, deixo-te um beijo afetuoso e os votos de que tua semana seja iluminada pelo sorriso dos teus familiares, e das tuas realizações pessoais.

Isabel-F. disse...

Belissimo o teu poema... terno ...
parabéns.

da Florbela ... sabe sempre bem ler..

boa semana
beijo

Abade.anacleto disse...

Amigo Lumife, belo o teu poema, pequeno, como por vezes as coisas belas o têm de ser. Confesso que há muito não lia este poema da Florbela. É lindo e tem um significado muito especial para mim. Grande, enorme, a nossa Poetisa Linda e Triste.

Guilherme F. disse...

Lumife agradeço a passagem e as palavras. Onde está o Alentejo estão sentimentos...e aqui não seria excepção. Existem e bons. Abração.

peciscas disse...

Gostei de vir aqui. Por tudo. Pelo teu poema. Pelo da Florbela.
Por encontrar ecos do Alentejo onde quase nasci e onde vivi parte da minha meninice.
E pelo velho, inimitável e genial Brel. Para mim o maior cantor de sempre da história da música. E, ainda por cima com esse "Ne me quitte pas" que nunca me canso de ouvir!

Lisa disse...

Vim agradecer todo o teu carinho...brigadim...

PS:- Poemas super terna...e as imagens tb são lindas...

Beijos super docim na Carolzinha...

Desejo uma semana super iluminada com mto amor...

Beijosss...

Kalinka disse...

Bem, nem sei como começar.
Tudo é tão belo, que se eu escrever algo, estrago tudo...
PARABÉNS PELA TUA BELA ESCOLHA.
MUITO BOM GOSTO.
Li, noutro blog que a tua netinha Carolina já fez 5 meses e fica na vossa casa...
Ai, meu Amigo, podes dar graças a Deus por isso, nem imaginas a quantidade de avós que não têm esse previlégio...é uma dor, que só quem passa, pode entender.
Beijokas fôfinhas para a Carolina e um abraço para ti.

batista filho disse...

És fiel aos teus sonhos... e como alguém já o disse "... o sonho comanda a vida..."
Um abraço fraterno, amigo.