quarta-feira, março 19, 2008

Morreu António Melenas - Escritos Outonais






Soube agora que António Melenas (António Joaquim Gouveia) morreu.
Um lutador pela Liberdade e um Amigo que não resistiu e foi vítima de doença (Macroglobulinemia de Waldenström (no sangue)).Faleceu em 16 de Março, pelas 22h. O seu funeral foi ontem para o cemitério do Feijó.
Os seus ESCRITOS OUTONAIS são a prova do bem querer dos amigos que se encantavam com as suas histórias lidas e relidas.

Pode ouvir uma homenagem a António Melenas em Estúdio Raposa

O neto, João Gouveia, compromete-se a publicar as partes restantes de "o Tempo das Hienas" que António Melenas estava publicando.


Paz à sua Alma!

10 comentários:

Brancamar disse...

Bonita homenagem deixas aqui que me levou a Escritos Outonais, que não conhecia. Despertou-me a curiosidade e hei-de voltar para os ler.
Bem hajas.
Uma Boa Páscoa para ti.
Beijinhos

Isabel-F. disse...

Junto-me à tua homenagem.

e desejo-te uma Páscoa Feliz.


beijinhos

MARIA disse...

Para mim é um choque sabê-lo, já que me habituara a lê-lo sendo impossível não se enternecer e sensibilizar com o seu modo tão próprio de escrever e a sua personalidade de uma doçura singular.
Uma perda muito grande.
Paz à sua alma.
A ti, meu querido amigo,
vim desejar uma Páscoa doce, terna, com muita paz .
Um beijinho amigo

Maria

TMara disse...

quem vive na vertical ergue-se smp e continua a crescer mesmo qnd de nossos olhos apartado.
XXXXXXXXX
A QUEM INTERESSAR INFORMO: sábado 29 de Março de tarde, na Biblioteca do Alvito serão apresentadas duas obras - "O livro do Regresso" de Xavier Zarco, prémio Raúl de Carvalho 2005 da C. M Do Alvito e "Da Humana Condição" de José Augusto de Carvalho - hora a agendar, entre as 15h30/16H00.
Acabado Viana do Alentejo, onde, à noite, no salão da Junta de Freguesia voltaremos a fazer as 2 apresentações.
Vemo-nos lá?
Bj.
Luz e paz

della-porther disse...

Lu

Meus sentimentos por sua perda.
Sei como é perder os Lutadores da Liberdade. É muito difícil.

Vim matar saudades, desejar-te uma boa páscoa, e te dar uma notícia:

o Cidade está de meia-cara nova.
htpp://cidadesitiada2.blogspot.com

beijos com carinho

della

JOSÉ FARIA disse...

Abraços solidários.
Entretanto deixo o que ainda o que por cá se pratica!

Páscoa Feliz!

O COMPASSO

Anda a sineta tão persistente,
Na freguesia sempre a tocar.
Soa aos ouvidos de toda a gente,
De todas as ruas, de qualquer lugar.

Vem o compasso, é festa é alegria,
Traz água benta, o incenso e a cruz.
E ouvem-se vozes: Aleluia!
Já todos beijam os pés a Jesus.

Entram em casas, casebres, vivendas,
Em todos os lares, de rico ou pobreta.
Em cada visita recebem oferendas,
Persistente na rua toca a sineta.

“Tenha esta casa e quem nela mora
Viver fraterno, saúde e amor!”
E logo o compasso não se demora,
Lá vai de novo com a cruz do Senhor.

Estão as soleiras atapetadas,
Há verdes, flores e rosas no chão.
E não para o sineiro as badaladas
É festa e alegria do povo cristão.

Jesus ressuscitou, Aleluia!
Salta água benta do alecrim.
Anda o compasso numa euforia,
E canta a sineta tlim, tlim
Tlim, tlim. Tlim, tlim!

José Faria

Peter disse...

Uma notícia chocante. Lia os seus comentários e houve uma pessoa que me falou dele, porque o conhecia.
Lamento imenso e apresento os meus pêsames à família enlutada.

A falta de tempo e de disposição, têm-me levado a descurar as habituais visitas.
Aqui estou, com o maior prazer, a deixar os meus votos duma feliz Páscoa.

Um Momento disse...

Passo em Silêncio Sentido...
Nesta Linda Homenagem a um Amigo comum

........


(*)

Sophiamar disse...

Os amigos nunca morrem.Compete-nos mantê-los vivos na memória e no coração.

Um beijinho, António Melenas! Gosto tanto dos teus poemas!

Beijinhosssss

Jofre Alves disse...

Paz à alama dum homem justo e digno lutador, duma dignidade ímpar, nosso amigo desta blogosfera.