quinta-feira, abril 10, 2008

25 DE ABRIL, SEMPRE




Esta é a madrugada que eu esperava
0 dia inicial inteiro e limpo
Onde emergimos da noite e do silêncio
E livres habitamos a substância do tempo

[Sophia Mello Breyner]





Foto de Alfredo Cunha

10 comentários:

RCataluna disse...

Belo post! Viva a liberdade!

Um abraço!

Gi disse...

Há quem ainda não identifique esta madrugada ... é tão belo este poemas . tantos que desejavam uma madrugada assim. Sophia descreveu-a de forma magistral

um beijinho

polaris disse...

Hey,glad to here !
thanks for sharing!

--------------------------------
http://www.discovery5000.com

peciscas disse...

Nunca é por demais cantar Abril e recordar esse herói exemplar que foi o Salgueiro Maia.

Jofre Alves disse...

Passei para ver e apreciar o blogue. 25 de Abril SEMPRE!!!

wind disse...

Belo poema para comemorar esta data.
Beijos

Odele Souza disse...

Sei que 25 de Abril é uma data importante para os portugueses, que são meus irmãos e amigos. Por isto me solidarizo e participo de seus sentimentos e de seus cânticos a 25 de Abril.

Um abraço.

Vieira Calado disse...

Salgueiro Maio foi um verdadeiro herói.
Deu o corpo à bala e com o seu gesto
(e a razão),
derrotou o inimigo.

Brancamar disse...

Belo post, Lumife! Tem cá todos os ingredientes: aquele poster que não saiu da nossa memória do menino a colocar o cravo na espingarda; o Salgueiro Maia, dele nem digo nada porque ele é a emoção pura daquele dia e os versos da nossa Sophia, maravilhosos, que traduzem de forma magistral o nosso sentir.
Beijinhos

anamarta disse...

Viva a Liberdade!Viva Abril!