segunda-feira, julho 28, 2008

VONTADES e NA TUA VIDA





VONTADES


Tenho vontade
duma coisa doce
como se fosse
vontade de ti;

Tenho vontade
duma coisa suave
como canto de ave
que a cantar sorri;

Tenho vontade
de algo diferente
que deixe semente
agora e aqui;

E tenho vontade
de dizer ao mundo
que dói, muito fundo
a vida, sem ti!...




NA TUA VIDA


Eu quero ser na tua vida um gesto!
A ternura dum beijo dado a medo
nem passeata, discurso ou manifesto
canção de ninar ou de protesto
um gesto, um simples gesto
ou um segredo!
Eu quero ser na tua vida, um ponto!
ponto de combustão, ponto do prumo
ponto cardeal ou contra ponto
o ponto final dum texto pronto
um ponto
partida ou chegada a qualquer rumo!
Eu quero na tua vida o nada!
Ausência total, coisa nenhuma
vazio absoluto, nada, nada
nada de porta aberta, escancarada
o nada
todo brisa, todo bruma!
Eu quero ser na tua vida cheiro!
Forte, que perturba, que inebria
mas não de poder ou de dinheiro
um cheiro de povo
um simples cheiro
de giesta de serra e maresia!...


MARIA MAMEDE

VISITE O SEU BLOG:

DE AMOR E DE TERRA

18 comentários:

batista disse...

Amigo-irmão: grato pela pessoa maravilhosa que és! grato por tua amizade. grato pelo carinho com que constróis o teu sítio. grato pela sensibilidade na escolha dos poemas - exemplificados nos de Maria Mamede!

Um abraço fraterno.

Baby disse...

Amei a poesia de Maria Mamede e agradeço que a tenhas trazido até nós.
Vou visitar o blog dela.
Um abraço.

Dois Rios disse...

"Eu quero ser na tua vida, um ponto!
ponto de combustão, ponto do prumo
ponto cardeal ou contra ponto
o ponto final dum texto pronto
um ponto
partida ou chegada a qualquer rumo."

Lindo, sensível, tocante, intenso, maravilhosos versos.

Bela escolha! Parabéns!

Beijo,

Vieira Calado disse...

Uma boa escolha, o poema da Maria Mamede.
Um abraço.

Menina_marota disse...

A doçura da poesia da Maria Mamede corresponde à doçura da pessoa que ela é.

Muito grata por a partilhares, porque para além de adorar lê-la, gosto imenso de a ouvir dizer poesia.

Um abraço carinhoso a ambos.

sonhos sonhados disse...

AMIGO

...a palavra dita...
e
a escolha perfeita.
não conheço esta poeta,
mas
é verdade que partilha
a doçura e a sensibilidade
lindamente.
obrigada

jinhux létinha

A.S. disse...

Amigo Lumife,

Palavras para quê? Isto é puro talento!...

Um abraço

Albino Santos

RESSACA disse...

Aqui nasceu o Espaço que irá agitar as águas da Passividade Portuguesa...

della-porther disse...

"um gesto".

passei pra matar saudade e deixar um beijão

della

© Piedade Araújo Sol disse...

uma boa escolha.

beij

Brancamar disse...

Olá Lumife,

Com muitas saudades mas pouco tempo, aqui regresso muito agradada por encontrar dois bonitos poemas de Maria Mamede.
Deixo-te um beijinho.

Lisa disse...

Oiiii Luís...

Que post linda...há mta suavidade e amor...

Obrigada pelas palavras carinhosa no mundinho...

Desejo lindo final de semana e que tenha recheio de mta felicidades...

Beijosss...

Olhos de mel disse...

Lindas poesias! Amei! Me identifiquei cccom a primeira.
Bom fim de semana! Beijos

lapa disse...

Quer tudo!

Também eu queria...

Sophiamar disse...

Mais uma poeta cuja obra nos prende pela sensualidade, pelos recursos expressivos, pelas imagens que se nos formam enquanto lemos.
Poeta cuja obra muito admiro.

Beijinhos

Paula Raposo disse...

E eu gosto tanto de ler a Maria Mamede!!! Beijos.

José Gomes disse...

Pois é amigo Lumife,
MARIA MAMEDE é uma explosão de talento e de simpatia... e os seus poemas tomam órmas mágicas ditos por ela.
Foi um prazer, agora regressado de férias, vir encontrá-la neste teu blog.
Um abraço para ti e para ela, claro!!!
José Gomes

De Amor e de Terra disse...

Olá meu Amigo Lumife, boa tarde!
Tenho andado tão fugida nestes últimos 8 meses, que me parece ter eu desaparecido do seu (vosso) convívio há séculos.
Mas a vida, tem destas coisas; ora aproxima, ora afasta...
Somente hoje tive oportinudade de ler o seu comentário no meu Blog, por isso, aqui estou, para agradecer, dizer que gostei muito do que vi, meus e doutras/os e matar saudades.
Beijos meu Amigo e até breve.
Maria Mamede