quarta-feira, julho 15, 2009

José Afonso - Os Vampiros (ao vivo no Coliseu)

4 comentários:

aDesenhar disse...

Os vampiros do Zeca continuam actualizados, não é por acaso que no cabeçalho do meu blogue tenho os 17 Vampiros da actualidade que estão a destruir o País.

abraço

TMara disse...

agora é k, literalmente, dás voz aos poetas. A "lavoura" k p/ aqui via...Tã atrasadinha que eu andava.
Parabéns pelas belas vozes e falas.
Bom f.s.
Bjs
Luz e paz em teu caminhar amigão

odete disse...

Os Vampiros do Zeca Afonso é das musicas que mais me toca porque a primeira vez que a ouvi tinha aí os meus treze anos de idade,estava proibida claro, e ouvi numa das rádios clandetinas pela mão do meu pai.Hoje tenho 57 e quando a oiço fico a pensar o quão actualizada está
odete

###a.l.#### disse...

Occasum

Autor: Orácio Felipe
Descrição :
Johann é imortal. Mas a imortalidade carrega consigo muitas angústias. A maior delas, a falta de um amor que a acompanhe. Ele buscava, como criatura das trevas, uma companheira que pudesse transformar. Ele buscava um antídoto e havia conquistado alguma força compondo poesias, admiradas tanto pelos seus criados, Igor e Fredy, quanto por aqueles que o perseguiam. Seus buquês de palavras, como costumava chamar, eram entregues àquelas que admirava. Mas havia uma única rosa em seu caminho, para a qual ele passaria a dedicar sua existência, que não era efêmera. Um vampiro buscando extinguir sua chama assassina através do amor de uma mulher. Pode um soneto aplacar as angústias do frio coração de uma criatura?
www.clubedosautores.com.br