A MULHER NUA



A Mulher NuaHumana fonte bela, 
repuxo de delícia entre as coisas, 
terna, suave água redonda, 
mulher nua: um dia, 
deixarei de te ver, 
e terás de ficar 
sem estes assombrados olhos meus, 
que completavam tua beleza plena, 
com a insaciável plenitude do seu olhar? 

(Estios; verdes frondas, 
águas entre as flores, 
luas alegres sobre o corpo, 
calor e amor, mulher nua!) 

Limite exacto da vida, 
perfeito continente, 
harmonia formada, único fim, 
definição real da beleza, 
mulher nua: um dia, 
quebrar-se-á a minha linha de homem, 
terei que difundir-me 
na natureza abstracta; 
não serei nada para ti, 
árvore universal de folhas perenes, 
concreta eternidade! 

Juan Ramón Jiménez, in "La Mujer Desnuda" 
Tradução de José Bento
Foto de Vabalas

Comentários

Leonor disse…
Simplesmente lindo!

Mensagens populares deste blogue

ACORDANDO

ALDA GUERREIRO

ANRIQUE PAÇO D'ARCOS - UM POETA PORTUGUÊS...