sábado, agosto 09, 2014

RENASCER

Foto de Irina Z

Solto as amarras do sonho;
São os versos que componho
Loucuras do dia a dia,
Fruto de mil frustrações
Do meu mundo de ilusões;
Quimeras e nostalgia.

Entre descrença e saudade
Procuro a minha verdade,
Busco a paz do meu viver.
Não me prendam, não me parem,
Ao passado não me agarrem,
Quero voltar a renascer.

Vou esperar, ser paciente,
Num torpor inconsciente.
Os deuses velem por mim !
Preciso virar a sorte,
Superar a própria morte;
Que a morte não seja o fim !


Orlando Fernandes

Sem comentários: