sábado, julho 04, 2009

DOCE AMARGURA

1 comentário:

MARIA disse...

Belíssimo poema que fala de um sentimento de intensidade rara e como tal, igualmente bela.
O tal que todos gostaríamos de conhecer na nossa vida, uma vez, pelo menos com alguém.
Eu acredito que não possa fugir-se à força com que um sentimento como este pode prender uma alma.
Obrigada pela partilha.

Um beijinho de quem não parte daqui.

EM TUAS ÁGUAS ...

EM TUAS ÁGUAS ... Em tuas águas navego Em ti resumo o périplo da minha volta ao mundo. Fora de ti, não há saída ou rumo...